Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Maio > Bolsa Família é discutido em evento acadêmico no Rio de Janeiro

Bolsa Família é discutido em evento acadêmico no Rio de Janeiro

publicado  em 26/05/2017 19h28
Bolsa Família é discutido em evento acadêmico no Rio de Janeiro


 

LOC: As políticas públicas voltadas para a população mais pobre, com destaque para o Bolsa Família, foram discutidas em um seminário na PUC do Rio de Janeiro./ Representando o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, o secretário Nacional de Renda de Cidadania, Tiago Falcão, explicou como o programa alia transferência de renda a ações nas áreas de saúde e educação./ O Bolsa Família atende mais de 13 milhões de famílias em todo o país./ Segundo Tiago Falcão, os compromissos de educação e saúde, exigidos pelo programa, aproximam esses serviços da população./

TEC SONORA - Tiago Falcão – secretário nacional de Renda de Cidadania

LOC: Ao ingressarem no programa, as famílias precisam manter os filhos na escola, com frequência mínima de 85% para crianças de 6 a 15 anos e de 75% para os jovens de 16 e 17. O calendário de vacinação das crianças menores de 7 anos também precisa estar em dia. / Para as gestantes, é necessário fazer o pré-natal./ O debate no meio acadêmico permitiu esclarecer alguns mitos sobre o Bolsa Família, como o desestímulo ao trabalho formal, o aumento de natalidade e a má utilização dos recursos./ O secretário Tiago Falcão também destacou a importância dos estudos já feitos sobre o programa ao longo dos anos, que colaboram para o aperfeiçoamento do Bolsa Família.//

TEC SONORA - Tiago Falcão – secretário nacional de Renda de Cidadania

LOC: O seminário ‘O desenvolvimento que queremos: Bolsa Família e os amores e ódios do Brasil’ foi promovido pelo Instituto de Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.//

Reportagem, Carolina Graziadei

Ouça aqui (2'48)



Caro usuário, informamos que esta mensagem contém elementos que podem identificá-lo para fins estatísticos. Lembramos que nenhuma informação pessoal é reportada.
Clique aqui se deseja não receber mensagens da caixa postal "MDS - Ministério do Desenvolvimento Social"