Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Julho > No Chile, ministro discute programas para desenvolvimento social para mulheres e crianças

No Chile, ministro discute programas para desenvolvimento social para mulheres e crianças

publicado  em 04/07/2017 18h01
Agência MDS - Release Radio - 04/07/2017 - No Chile, ministro discute programas e ações que garantam saúde e desenvolvimento social para mulheres e crianças

 

LOC: O Criança Feliz será uma importante ferramenta de empoderamento e de melhoria da qualidade de vida mulheres, crianças e adolescentes brasileiros. Este foi o destaque da participação do ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, na Reunião de Alto Nível sobre a Estratégia Mundial para a Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente na América Latina e Caribe, que acontece desde segunda-feira em Santiago, no Chile./ O objetivo do encontro é planejar ações de promoção do desenvolvimento para a região até 2030.

Osmar Terra foi um dos painelistas do evento, que reuniu ministros, representantes de governos, entidades e organismos internacionais./ Na discussão, Terra disse que a integração entre programas sociais é fundamental para garantir os melhores resultados à população./ Ele reconheceu que este é um desafio para os governos e afirmou que o Brasil vem se empenhando neste sentido./ O Criança Feliz é um exemplo./ O programa vai integrar ações de assistência social, saúde, educação, cultura e garantia de direitos./ A partir do acompanhamento domiciliar, a iniciativa vai estimular o desenvolvimento integral das crianças, servindo de elo entre as famílias e as políticas públicas./ Ainda está prevista a criação de Centros de Referência para o Atendimento de crianças afetadas pelo zika vírus./ Ações de estímulo ao empreendedorismo e à geração de renda, que serão lançadas nos próximos meses, também estão entre os esforços do governo para melhorar as condições de vida da população mais pobre, principalmente mulheres, crianças e adolescentes./

Para o ministro Osmar Terra, os programas sociais devem ter o papel de promover a autonomia dos mais pobres.

 
Sonora Osmar Terra
 
LOC: O encontro ocorreu no Palácio La Moneda, sede do governo chileno, e contou com a participação da presidente do país, Michele Bachelet./ A presidente ressaltou a importância de discutir políticas relacionadas às mulheres, crianças e adolescentes, sobretudo para a construção de uma sociedade plural e diversa. Em seu governo, Bachelet lançou o programa “Chile Cresce Contigo”, que acompanha o desenvolvimento de crianças desde a gestação até o ingresso na escola. As experiências do programa chileno estão entre as referências do Criança Feliz./

De acordo com a ex-ministra da Saúde do Chile e organizadora do evento, Helia Molina, a participação do Brasil é fundamental para que os países da América Latina e do Caribe cumpram os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável firmados pela Organização das Nações Unidas, a ONU, e para que as mulheres, crianças e adolescentes mais vulneráveis da região vivam melhor. Ela diz que [Entra sonora] que a troca de experiências é importante para que as iniciativas de sucesso possam ser reproduzidas em todo o continente.
 
Sonora Helia Molina
 
LOC:O Criança Feliz despertou a atenção dos representantes de outros países. Até 2018, o programa tem a meta de atender 4 milhões de crianças, se transformando em um dos maiores programas de atenção à primeira infância do mundo./ Acompanhado do secretário Nacional de Promoção de Desenvolvimento Humano, Halim Girade, o ministro Osmar Terra explicou o funcionamento do programa./ Com visitas domiciliares, técnicos irão orientar as famílias sobre a melhor forma de estimular o desenvolvimento das crianças nos primeiros mil dias de vida./ Pesquisas mostram que crianças bem estimuladas desde a gestação até os três anos de idade têm melhores condições para vencer a pobreza./ Serão acompanhadas pelo programa as crianças beneficiárias do Bolsa Família até os três anos de idade e aquelas que recebem o Benefício de Prestação Continuada, o BPC, até os seis anos.//


Reportagem, André Luiz Gomes