Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Julho > Agricultores familiares do RS têm oportunidades de venda que somam quase R$ 3 milhões

Agricultores familiares do RS têm oportunidades de venda que somam quase R$ 3 milhões

publicado  em 26/07/2017 15h03
Agência MDS - Release Radio - 25/01/2017

 

LOC: Agricultores familiares do Rio Grande do Sul precisam ficar atentos: cinco chamadas públicas estão abertas no Estado e somam mais de 2 milhões e setecentos mil reais em oportunidades de venda para órgãos do governo./ Para quem vive da terra, é uma chance de garantir renda e preço justo para a produção./ As chamadas públicas são para a compra de frutas, legumes, verduras e outros alimentos./ A iniciativa é parte do Programa de Aquisição de Alimentos, o PAA, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social./

A maior chamada é realizada pelo Depósito de Subsistência do Exército, no município de Santo Ângelo./ A unidade espera comprar quatrocentas e oitenta e seis toneladas entre arroz, farinha, feijão, leite, óleo e sucos./ O investimento previsto é de mais de dois milhões e trezentos mil reais, e as propostas podem ser enviadas até o dia 1º de agosto./

A coordenadora-geral de Aquisição e Distribuição de Alimentos do MDS, Hetel Santos, destacou a importância dos editais e do papel do Ministério para o desenvolvimento da cadeia produtiva./

TEC SONORA COORDENADORA GERAL DE AQUISIÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS DO MDS, HETEL SANTOS

LOC: Em Pelotas, no sul do Estado, o 9º Batalhão de Infantaria Motorizado do Exército espera adquirir duzentos e cinquenta e quatro mil reais em produtos hortifrutigranjeiros./ O prazo final para envio das propostas de venda pelos produtores é 3 de agosto./

Em Santa Maria, na região central do Estado, o Parque de Manutenção do Exército vai investir mais de setenta e sete mil reais em produtos da agricultura familiar./ Quem quiser participar pode enviar propostas até o dia 27 de julho./

Na capital, Porto Alegre, há duas oportunidades abertas./ O campus Restinga do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, vai comprar mais de oitenta e nove mil reais em produtos, e o prazo final para envio das propostas é 31 de julho./ Já o Colégio Militar investirá quarenta e um mil e quinhentos reais./ Propostas podem ser enviadas até 7 de agosto./

Um decreto do governo determina que pelo menos 30 por cento dos alimentos adquiridos por órgãos públicos federais venham da agricultura familiar./ O Ministério do Desenvolvimento Social está trabalhando para que os órgãos públicos ampliem este tipo de compra./

Para saber mais sobre as chamadas públicas abertas em todo o país, é só acessar o portal www.comprasagriculturafamiliar.gov.br //

Reportagem, Diego Queijo