Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Janeiro > Prefeitos e gestores devem atualizar dados no Sistema de Gestão do Programa Bolsa Família

Prefeitos e gestores devem atualizar dados no Sistema de Gestão do Programa Bolsa Família

publicado  em 13/01/2017 18h46

LOC: Os prefeitos eleitos e os novos gestores municipais do Bolsa Família e do Cadastro Único devem atualizar os dados no Sistema de Gestão do Programa, o SIG. P.B.F, que permite o acesso a todas as informações do Bolsa Família em seu município. É possível acompanhar quantas e quem são as famílias cadastradas, se elas estão cumprindo com as exigências do programa como manter os filhos na escola e a vacinação das crianças em dia. O coordenador-geral de Apoio à Gestão Descentralizada do Bolsa Família, Márcio Maurício, afirma que manter os dados atualizados ajuda o gestor municipal a aperfeiçoar o programa e também pode significar mais dinheiro para as prefeituras.
 
Sonora: Márcio Maurício – coordenador-geral de Apoio à Gestão Descentralizada

“Os dados da prefeitura, do prefeito ou da prefeita e do secretário ou da secretária municipal de assistência social precisam estar iguais aos informados  lá no sistema do cadastro do SUAS, CADSUAS porque a partir destes dados que a gente vai validar a troca de gestor e gerar senha pra esse gestor entrar no SIG.P.B.F e poder exercer suas atividades referentes à gestão do Bolsa Família e Cadastro Único no seu município. É importante deixar essas informações sempre atualizadas porque, inclusive, é repassado um recurso referente ao Índice de Gestão Descentralizada, que é o IGD, o Bolsa Família e em cima deste valor calculado, 5% é referente aí se ele estiver com os dados atualizados.”
 
LOC: Para as prefeituras que não tiveram troca na gestão, a atualização deve ser feita no período de até um ano e é necessária para que o município continue a receber os repasses federais destinados a investimentos na administração local do Bolsa Família e do Cadastro Único. É o que reforça o coordenador de gestão descentralizada do Bolsa Família, Márcio Maurício.
 
Sonora: Márcio Maurício – coordenador-geral de Apoio à Gestão Descentralizada

“Então, mesmo que não tenha tido troca de gestor ou de prefeito, é importante entrar no sistema, conferir as informações e ver se está tudo adequado, aí a gente já vai ter a informação de que a pessoa atualizou os dados e aí,  ele consegue receber este incentivo financeiro, continuar recebendo. É importante sempre, todo ano, entrar no sistema e conferir os dados.”
 
LOC: Os novos gestores têm até abril deste ano para enviar ao Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário o documento que confirma a atualização dos dados. Feito o cadastro, o acesso aos sistemas e informações do programa será liberado para as pessoas relacionadas como responsáveis pela gestão local do Bolsa Família por meio do endereço: aplicacoes.mds.gov.br/mds-sigpbf-web.
 
De Brasília, Carolina Graziadei