Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Fevereiro > Belo Horizonte e mais 8 cidades aderem ao Sisan

Belo Horizonte e mais 8 cidades aderem ao Sisan

publicado  em 21/02/2017 13h51
Agência MDS - Release Radio - 25/01/2017

 

 

LOC: Belo Horizonte é a mais nova capital a aderir ao Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional./ Outras 4 cidades mineiras e 4 cearenses também passaram a fazer parte do sistema./ O Sisan coordena as políticas públicas voltadas para a promoção de uma alimentação saudável da população, articulando e integrando as ações da União, estados e municípios./ Com as novas adesões, agora são 221 municípios incluídos no sistema, sendo 10 capitais, além dos 26 estados e do Distrito Federal./ O coordenador-geral de Apoio ao Sisan, Élcio Magalhães, fala sobre as responsabilidades dos municípios ao ingressarem no sistema/.

SONORA: Élcio Magalhães

LOC: Em Minas Gerais, os cinco novos  municípios já estão implementando ações de promoção da alimentação saudável./ A secretária executiva da Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional, Caisan, de Minas Gerais, Beatriz Leandro de Carvalho, explica a importância dessas novas adesões./

SONORA: Beatriz Leandro de Carvalho

LOC: Após aderirem ao sistema, os municípios podem apresentar projetos para concorrer nos editais lançados pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário para financiamento das ações./ Os recursos repassados poderão ser utilizados para a compra de equipamentos, contratação de profissionais, realização de capacitação para gestores, entre outras ações./ No estado do Ceará, hoje são 32 municípios que aderiram ao programa, como explica a secretária executiva da Caisan cearense, Regina Sales Praciano.

SONORA: Regina Sales Praciano

LOC: Os novos municípios que ingressaram no Sisan são: Belo Horizonte, Uberaba, Caratinga, Jequitinhonha e Ribeirão das Neves, em Minas Gerais, e, no Ceará, os municípios de Arneiroz, Brejo Santo, São Luís do Curu e São Gonçalo do Amarante. A previsão é que 600 municípios façam parte do Sisan até 2019./

De Brasília, Roberto Rodrigues