Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Dezembro > Osmar Terra participa de lançamento do Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência 2017

Osmar Terra participa de lançamento do Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência 2017

publicado  em 11/12/2017 18h23
Agência MDS - Release Radio - 11/12/2017 - Osmar Terra participa de lançamento do Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência 2017

 

LOC: O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, participou nesta segunda-feira do lançamento do Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência 2017 em Brasília./ A pesquisa foi elaborada pela Secretaria Nacional de Juventude da Presidência da República e Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, a Unesco, com o apoio técnico do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Entre as principais constatações, o documento mostra que as jovens negras, de 15 a 29 anos, têm 2 vezes mais chances de serem assassinadas no Brasil do que as jovens brancas na mesma faixa etária.

Osmar Terra destacou que a violência é resultado de uma epidemia de drogas que o país vive e de uma legislação frágil para punir quem comete crimes. Para o ministro, acabar com a violência é um trabalho que deve ser desenvolvido de forma integrada com todas as áreas do governo./ Um exemplo é o Programa Emergencial de Ações Sociais para o Rio de Janeiro. O programa inclui um pacote de ações nas áreas de justiça, educação, esporte e direitos humanos./

SONORA MINISTRO OSMAR TERRA

LOC: Segundo o secretário nacional da Juventude, Assis Filho, com as ações da secretaria e das outras áreas, como o desenvolvimento social, a saúde e a educação, o governo federal está buscando apresentar uma resposta imediata a esses números do Índice de Vulnerabilidade Juvenil à violência./

SONORA ASSIS FILHO

LOC: Para a representante da Unesco no Brasil, Marlova Noleto, a pesquisa poderá nortear novas políticas públicas e o aperfeiçoamento daquelas que já estão implementadas no Brasil./

SONORA MARLOVA NOLETO

LOC: O Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência 2017 traz dados de 2015. O estudo foi calculado com base em 304 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes. As informações foram divididas em quatro dimensões: violência entre jovens, frequência à escola e situação de emprego, pobreza no município e desigualdade.

Reportagem, Pamela Santos