Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Dezembro > Ministro inaugura Centro-Dia em Salvador (BA) para atender crianças com microcefalia

Ministro inaugura Centro-Dia em Salvador (BA) para atender crianças com microcefalia

publicado  em 04/12/2017 17h51
Agência MDS - Release Radio - 21/11/2017 - Osmar Terra apresenta programa Criança Feliz a prefeitos de Santa Catarina

 

LOC: Orientar, acompanhar e reduzir a vulnerabilidade das vítimas do Zika vírus é papel da política de assistência social do governo federal. Nesta segunda-feira, um importante passo foi dado para aprimorar esse atendimento. O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, inaugurou em Salvador, na Bahia, uma unidade de atenção para acompanhar as crianças diagnosticadas com microcefalia causada pelo Zika vírus. Segundo o ministro, com atendimento adequado, elas poderão se desenvolver melhor e terão mais qualidade de vida.

SONORA: OSMAR TERRA - ministro do Desenvolvimento Social

LOC: Este é o primeiro de dois centros-dia que atenderão Salvador. Juntos, eles devem beneficiar 239 crianças com microcefalia e doenças associadas. O ministro do Desenvolvimento Social explica que a unidade irá auxiliar as famílias que, além do tratamento psicológico, terão apoio para reabilitação física e cognitiva das crianças.

SONORA: OSMAR TERRA - ministro do Desenvolvimento Social

LOC: É o caso da família do policial militar João Carlos Araújo. Ele é pai da pequena Lis, de dois anos e dois meses, diagnosticada com microcefalia. Morador de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, na Bahia, ele conta que a família viu a rotina mudar com a chegada do bebê, que exige cuidados especiais e tratamento 24 horas por dia. Por isso, a unidade fará muita diferença.

SONORA:  JOÃO CARLOS ARAÚJO – policial militar

LOC: Segundo ele, a inauguração representa, além da garantia de atendimento de qualidade, o fim de uma longa espera.

SONORA:  JOÃO CARLOS ARAÚJO – policial militar

LOC: A unidade do Sistema Único de Assistência Social conta com equipe profissional de assistentes sociais, psicólogos, psicopedagogos, terapeuta ocupacional e cuidadores. A gestão do centro-dia é municipal, com investimento do governo federal e contrapartida do governo estadual. Antes da abertura, o governo federal já repassou 240 mil reais para a implementação. De acordo com o prefeito de Salvador, Antonio Carlos Magalhães Neto, o Centro-Dia também vai integrar a rede de cuidados em Salvador.

SONORA: Antonio Carlos Magalhães Neto – prefeito de Salvador

LOC: Ao todo, o governo federal já repassou R$ 2,4 milhões de reais para a implementação de centros-dia em 10 municípios das regiões com mais incidência de vítimas do Zika vírus. O primeiro foi inaugurado, na semana passada, em Campina Grande, na Paraíba, para atender 50 crianças com microcefalia e doenças associadas da cidade e de outros 12 municípios do sertão paraibano. A cerimônia de inauguração contou com a presença da secretária nacional de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento Social, Carminha Brant.

Reportagem, Carolina Graziadei