Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Dezembro > Criança Feliz fortalece desenvolvimento infantil no país

Criança Feliz fortalece desenvolvimento infantil no país

publicado  em 29/12/2017 13h52
Agência MDS - Release Radio - 21/11/2017 - Osmar Terra apresenta programa Criança Feliz a prefeitos de Santa Catarina

 

LOC: Na casa de Regiane Souza, de 27 anos, todo dia agora tem um momento para a brincadeira. A família se reúne ao menos uma hora para brincar com os filhos. Mas nem sempre foi assim, faltavam tempo, atenção e estímulos para as crianças. A nova rotina veio graças a filha mais nova, Giovanna, de dois anos, que está sendo acompanhada pelo programa Criança Feliz. Regiane já percebe que, após a participação no programa, a pequena está se desenvolvendo melhor do que os dois filhos mais velhos que não tiveram esta atenção. Agora, ela aplica com empenho todas as orientações que ouviu dos visitadores.

SONORA: REGIANE SOUZA

LOC: A filha da Regiane é uma das mais de 179 mil pessoas que já são acompanhadas pelo Criança Feliz em 1.730 em municípios de todas as regiões do país. São 158 mil crianças e 21 mil gestantes. O programa, que é coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social, promove o desenvolvimento infantil por meio de visitas domiciliares, com orientações e atividades de estímulo passadas pelos profissionais. Ao todo, já são mais de 10 mil visitadores e 2.444 supervisores contratados.

O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, destacou que o Criança Feliz está em uma fase de expansão e, para 2018, as visitas irão continuar em uma escala maior. O programa também está aberto para novas adesões de municípios que ficaram de fora da primeira fase. Segundo ele, o governo espera que todas as crianças tenham o acompanhamento regular e semanal em casa, as orientações dos visitadores e, principalmente, que estejam recebendo o estímulo para desenvolver a sua inteligência, competências e habilidades./

SONORA: OSMAR TERRA – MINISTRO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL

LOC: O programa atende aos beneficiários do Bolsa Família, da gestação aos 3 anos, e às crianças de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada, o BPC. Os visitadores orientam os pais sobre os estímulos adequados para o desenvolvimento físico, cognitivo e afetivo das crianças. A iniciativa reúne ações nas áreas da saúde, assistência social, cultura, educação e garantia de direitos.

Reportagem, Pamela Santos