Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Agosto > Pente-fino no auxílio-doença do INSS gera economia de R$ 2,7 bilhões

Pente-fino no auxílio-doença do INSS gera economia de R$ 2,7 bilhões

publicado  em 21/08/2017 18h17
Agência MDS - Release Radio - 21/08/2017 - Pente-fino no auxílio-doença do INSS gera economia de R$ 2,7 bilhões

 

LOC: O governo federal divulgou nesta segunda-feira mais um balanço do pente-fino nos benefícios de auxílio-doença pagos pelo INSS./ Com 210 mil 649 perícias realizadas até agora, a economia anual estimada já chega a 2 bilhões, 725 milhões de reais./ O dinheiro vai para o Fundo de Previdência Social e será usado para pagar o benefício a quem realmente precisa./ 80% das pessoas que passaram pelos exames tiveram o benefício cessado./ Na maior parte dos casos, as avaliações médicas apontaram que os segurados já estavam aptos para voltar ao trabalho./

O INSS está convocando todos os beneficiários do auxílio-doença que há mais de dois anos não passam por perícia./ Na sequência, serão chamados os que recebem aposentadoria por invalidez, têm menos de 60 anos e que estejam há dois anos sem avaliação médica./

O pente-fino nos benefícios faz parte de um processo de melhoria da gestão dos recursos públicos./ O secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, afirma que quem precisa do benefício continuará recebendo. O objetivo da revisão é identificar e excluir quem não necessita mais do pagamento./

Sonora Alberto Beltrame - secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento Social


LOC: As revisões periódicas dos benefícios do INSS são obrigatórias, mas não estavam sendo realizadas pelo governo passado./ Ao todo, 1 milhão 535 mil pessoas que estão sem passar por perícia há mais de dois anos serão convocadas./ Dessas, 530 mil recebem o auxílio-doença e 1 milhão são aposentados por invalidez com menos de 60 anos./ A convocação é feita por carta com aviso de recebimento. / Após o comunicado, o segurado tem cinco dias corridos, exceto domingo, para agendar a perícia pelo número 135./ O beneficiário que não atender a convocação ou não comparecer na data agendada para perícia terá o benefício suspenso./

Reportagem, Carolina Graziadei