Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2017 > Abril > Distrito Federal adere ao Programa Criança Feliz

Distrito Federal adere ao Programa Criança Feliz

publicado  em 06/04/2017 17h00
Documento sem título


 

LOC:  O Distrito Federal formalizou nesta quinta-feira a adesão ao Programa Criança Feliz./ O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, participou da cerimônia de lançamento do programa ao lado do governador Rodrigo Rollemberg, da primeira-dama Márcia Rollemberg, e de secretários e parlamentares./

Terra apresentou as ações que serão realizadas pelo Criança Feliz e destacou, com informações científicas, a importância de adotar políticas voltadas à primeira infância. Segundo o ministro, o programa vai promover o desenvolvimento infantil integral, formando adultos melhor preparados para vencer a pobreza. O Criança Feliz terá como ponto central a visitação domiciliar, em que técnicos capacitados irão até a casa das famílias para orientar os pais sobre a melhor forma de estimular o desenvolvimento dos filhos./ O ministro destacou a prioridade dada à primeira infância pela gestão local./

TEC SONORA OSMAR TERRA

LOC: Durante o evento, também foi lançado o programa distrital Criança Candanga, que tem o objetivo de promover o desenvolvimento integral desde a primeira infância até a adolescência, com a participação do governo e da sociedade civil. O governador Rodrigo Rollemberg apontou a necessidade de garantir os direitos de crianças e adolescentes hoje para construir um futuro melhor.

TEC SONORA GOVERNADOR RODRIGO ROLLEMBERG

LOC: O representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento no Brasil, Niky Fabiancic, aprovou a adesão do Distrito Federal ao Criança Feliz e destacou que os dois programas estão no caminho certo para promover o desenvolvimento do país.

TEC SONORA NIKI FABIANCIC

LOC: Até agora 2.547 municípios já aderiram ao Criança Feliz./ O programa terá como ponto central a visitação domiciliar./ Pesquisas mostram que crianças bem cuidadas nesta fase chegam à escola com melhores condições de aprendizado, estudam mais e são menos violentas./ Serão acompanhadas pelo programa as crianças beneficiárias do Bolsa Família até os três anos de idade e aquelas que recebem o Benefício de Prestação Continuada, o BPC, até os seis anos./ O ministro Osmar Terra também acompanhou o rei da Suécia, Carlos XVI Gustavo, e a rainha Silvia em uma visita ao Centro Integrado de Atendimento à Criança Vítima de Violência Sexual - 18 de maio./ O centro, mantido pelo governo do Distrito Federal, realiza atendimento humanizado, integrando o trabalho de investigação da Polícia Civil com a atuação de psicólogos e assistentes sociais./ O foco é a preservação da criança na tomada de depoimentos, evitando que ela seja revitimizada./


Reportagem, André Luiz Gome