Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2016 > Setembro > PAA: Compra Institucional da agricultura familiar estimula mercado local

PAA: Compra Institucional da agricultura familiar estimula mercado local

publicado  em 15/02/2017 12h48

REP: Dos 13 hectares de terra, que a família tem em Cachoeira do Sul, no Rio Grande do Sul, o agricultor familiar Luiz Ernani Macedo só colhia fumo. A cultura era a que garantia a melhor renda, mas saber que da terra não saíam alimentos nem pra família deixava o agricultor frustrado. Há quatro anos, ele conseguiu dar uma virada nesta história. O incentivo veio de programas do governo federal que estimulam a compra de alimentos produzidos pela agricultura familiar. Hoje o Luiz Ernani continua pegando pesado na plantação, mas com a satisfação de saber que tudo que ele produz vai para a merenda das crianças nas escolas da região. A agroindústria que conseguiu montar fez o faturamento crescer cinco vezes com a venda de mandioca, doces, seleta de legumes entre outros produtos embalados à vácuo. A maior parte é vendida para órgãos públicos por meio do Programa de Aquisição de Alimentos. Pelo PAA, o governo federal estimula a compra de alimentos dos pequenos produtores locais, o que garante mercado para a agricultura familiar e incentiva as famílias a continuarem no campo. Luiz Macedo conta o que tem melhorado na vida com a mudança de produção e com a venda para o governo.

TEC SONORA LUIZ ERNANI MACEDO

REP: Agora Luiz Ernani Macedo e agricultores de outras partes do país terão mais uma oportunidade de mercado para venderem os seus produtos. Por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos,  o batalhão do Exército Brasileiro no município irá comprar cerca de 110 mil reais em legumes, verduras, carnes, doce de frutas, entre outros produtos. O prazo para a entrega da documentação é até a próxima terça-feira, dia 20.

Já o 6° Regimento de Cavalaria Blindado do Exército, em Alegrete, lançou uma chamada pública com previsão de compra de cerca de 340 mil reais em frutas e verduras. As propostas devem ser entregues até o dia 22. E outras chamadas estão por vir.

A coordenadora geral de Aquisição e Distribuição de Alimentos do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, Hetel Santos, aponta os benefícios das prefeituras, dos governos estaduais e dos órgãos do governo federal comprarem ao menos 30% dos produtos da agricultura familiar.

TEC SONORA HETEL SANTOS

REP: Para o agricultor familiar acessar todas as chamadas públicas abertas pelo país é só consultar o site comprasagriculturafamiliar.gov.br.

O Programa de Aquisição de Alimentos, do governo federal, possui seis modalidades, entre as principais estão a de Compra Institucional, onde prefeituras, governos estaduais e órgãos federais compram alimentos por meio de chamadas públicas, e a modalidade de Compra Direta, que é operada pela Conab, e tem o objetivo de sustentar os preços. Ao longo de 2015, o programa adquiriu 289 mil toneladas de alimentos com um investimento de R$ 556 milhões de reais.

Reportagem, André Luiz Gomes