Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2016 > Outubro > Ministro defende políticas mais efetivas de combate às drogas

Ministro defende políticas mais efetivas de combate às drogas

publicado  em 11/10/2016 00h00

REP: O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, defendeu políticas mais efetivas de enfrentamento às drogas. Segundo ele, o país precisa de uma legislação mais rigorosa, de políticas de prevenção e de ações de tratamento para reduzir os danos causados nas famílias dos usuários e na sociedade.

Nesta segunda-feira, ele participou da palestra Enfrentamento ao crack e outras drogas: perspectivas e desafios, na Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Aos deputados distritais, Osmar Terra apontou que o país passa por uma verdadeira epidemia causada pelas drogas, que chega a afetar os gastos do governo federal.

TEC SONORA MINISTRO OSMAR TERRA
“Nós estamos vivendo uma epidemia grave que aumenta a cada ano o número de pessoas dependentes químicas. De auxílios doenças que multiplicam a cada ano. O álcool já deixou de ser a maior causa de auxílio doença por doença química e já é o craque, desde 2007, que subiu assustadoramente, já é quatro, cinco vezes o álcool. Temos que um freio nisso, temos que ter uma política de fronteiras para não entrar droga, nosso crack vem da Bolívia. Temos que ter uma legislação mais rigorosa com a questão das drogas e temos que ter uma política efetiva de ação, de prevenção, de tratamento, que não existe hoje no Brasil. Hoje é uma ausência geral de tudo. A população está abandonada, caindo na droga e do tráfico.

REP: Segundo o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário a dependência química é um dos fatores que levam várias famílias à pobreza.

TEC SONORA MINISTRO OSMAR TERRA
Uma das maiores causas de pobreza é a dependência química. Um pai de família que fica dependente químico não cuida mais da família, não cuida mais de nada, vive em função da droga. São famílias inteiras que caem na miséria da noite para o dia numa quantidade grande. A questão das drogas permeia todo o esforço que a gente pode fazer para reduzir a pobreza, a desigualdade no Brasil. Para fazer isso, devemos enfrentar a questão das drogas junto.

REP: Durante a palestra, Osmar Terra recomendou uma maior atuação das comunidades terapêuticas no tratamento dos dependentes químicos e alertou que a liberação das drogas no Brasil poderia aumentar ainda mais o problema da violência./

De Brasília, André Luiz Gomes.