Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2016 > Outubro > Governo federal entrega cisternas nas escolas rurais do Semiárido

Governo federal entrega cisternas nas escolas rurais do Semiárido

publicado  em 18/10/2016 00h00

REP: Mandar as crianças de volta para casa e suspender as aulas por falta de água para beber era comum na Escola Emério Resedá, na Comunidade quilombola Maracujá, em Conceição do Coité, na Bahia. A escola tem 40 alunos e atende crianças desde a creche até o terceiro ano. O pessoal da escola se mobilizou. Para tentar diminuir os efeitos da seca nas aulas, eles construíram uma cisterna pequena, meio improvisada, para guardar a água trazida pelo caminhão pipa./ Mas, com o passar do tempo, a estrutura foi rachando e já não servia mais para armazenar água para beber. 

Foi na metade do ano que a situação melhorou. A escola recebeu do governo federal uma cisterna com capacidade para armazenar 52 mil litros de água e que dá para abastecer a escola por pelo menos oito meses./ Todo o telhado da escola é cercado por calhas que conduzem a água que cai da chuva para o reservatório. E se a chuva demorar, o caminhão pipa abastece a cisterna, que agora pode estocar muito mais água. 

A professora Eliene Souza Dantas conta como a vida das crianças melhorou com a chegada da cisterna na escola. 

TEC SONORA PROFESSORA 1
“Seria tudo mais difícil. As meninas da cozinha iam pegar água na vizinhança para não faltar aula, almoço, o lanche. Até mesmo para a limpeza, sem água não tem como funcionar’’. 

REP: As crianças também aprenderam a cuidar melhor deste bem tão precioso. 

TEC SONORA PROFESSORA 2
Os alunos tiveram mais aulas de conscientização para o cuidado com a água sem desperdícios. Foi feito com eles um trabalho de conscientização em relação ao consumo da água, do cuidado com a água, não só na escola, como na casa deles também. Nós já fazíamos esse trabalho antes, mas depois da capacitação na secretaria de educação, aprendemos mais e passamos para eles. Eles aprenderam mais a conservar, a cuidar da água, a não desperdiçar. 

REP: No total, em todo o Semiárido, mais de 295 mil alunos serão beneficiados com a entrega de cisternas em 5 mil escolas da região. 

De Brasília, André Luiz Gomes 

registrado em: