Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2016 > Outubro > Criança Feliz: programa é aprovado por gestores estaduais, municipais e do governo federal

Criança Feliz: programa é aprovado por gestores estaduais, municipais e do governo federal

publicado  em 21/10/2016 00h00

REP: O Programa Criança Feliz, lançado no início deste mês com o objetivo de promover o desenvolvimento de crianças beneficiárias do Bolsa Família, do Benefício de Prestação Continuada e em vulnerabilidade social, foi aprovado pela Comissão Intergestores Tripartite. Nesta sexta-feira, os gestores estaduais, municipais e do governo federal da área de assistência social apontaram, por meio de resolução, como o Programa Criança Feliz se insere no Sistema Único de Assistência Social, o Suas. 

A melhora no atendimento às famílias, feita por meio de visitas domiciliares semanais que o Criança Feliz propõe e o fortalecimento de vínculos familiares foram alguns dos pontos ressaltados na resolução. A ação também terá o papel de fortalecer a rede de proteção social do país e os programas já existentes no Suas. 

O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, destaca a importância da aprovação do Programa Criança Feliz pela Comissão de Gestores Tripartite. 

TEC SONORA OSMAR TERRA 
Com essa aprovação na CIT, permite nos agilizar o programa, a implantação do programa, executá-lo exatamente do que é previsto pelo sistema único de assistência social, mas também integrando ele com outras áreas, com a saúde, com a educação. Fazendo um programa, na verdade, multisetorial, que vai ajudar de maneira integral o atendimento às famílias e através das famílias, chegar até as crianças pequenas do Programa Bolsa Família. Foi um grande marco a aprovação pela CIT, dando um start no programa em nível nacional. 

REP: O ministro destacou ainda que a atenção às crianças nos primeiros mil dias de vida é uma das melhores formas de combater a pobreza. 

Para o secretário de Assistência Social e Políticas para Mulheres do Espírito Santo, Rodrigo Coelho, o programa contribui para a melhoria da vida das pessoas, sobretudo na primeira infância. 

TEC SONORA RODRIGO COELHO 
“É consenso que nós precisamos acompanhar a primeira infância. Pelas questões que a ciência já demonstrou, mas também para que a gente possa avaliar as futuras gerações a partir desse acompanhamento. Neste campo, ter foco na primeira infância é muito importante.” 

REP: Com a aprovação pelos gestores na CIT, o documento segue agora para apreciação do Conselho Nacional de Assistência Social. 

De Brasília, André Luiz Gomes

registrado em: