Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2016 > Novembro > MDSA entrega 42 mil cisternas no Semiárido

MDSA entrega 42 mil cisternas no Semiárido

publicado  em 11/11/2016 00h00

LOC
No Semiárido brasileiro, a seca não dá trégua./ Mas as dificuldades causadas pela escassez de água estão sendo aliviadas./ Desde o início do ano, o governo federal já entregou 42 mil e 200 cisternas próprias para a armazenagem da água para o consumo das famílias./ É água potável pra beber e cozinhar./ Cada reservatório armazena 16 mil litros e garante água para uma família de cinco pessoas por até oito meses de estiagem./ Entre janeiro e setembro, também foram entregues onze mil e 700 cisternas que captam e armazenam a água da chuva para a produção de alimentos e para a criação de animais./ O secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Caio Rocha, explica a diferença que as cisternas fazem na vida dos sertanejos e conta que elas também estão sendo levadas para a região amazônica./

SONORA
Caio Rocha- Nestes locais onde a população é mais vulnerável ...
DF... ter água para beber e para poder plantar.

LOC
A dona Antônia Conceição Santos, de 78 anos, sabe bem o que é sofrer com a seca./ Mas depois que ela recebeu uma cisterna do governo federal tudo mudou./ A escassez de alimentos que ela enfrentava lá na zona rural de Feira de Santana, na Bahia, deu lugar a uma vida mais tranquila./ Da terra que não dava quase nada agora ela colhe feijão, milho, fumo, mandioca./ A dona Conceição conta que as cisternas ajudaram a sobreviver no sertão./

SONORA
Antonia Conceição Santos- Ali a gente passava privação ...
DF... e voltava a busca água a não desperdiçar.

LOC
Mandar as crianças de volta para casa e suspender as aulas por falta de água para beber era comum na Escola Emério Resedá, na comunidade quilombola Maracujá, em Conceição do Coité, na Bahia./ Eles até tentaram enfrentar o problema construindo uma cisterna pequena, meio improvisada, para guardar a água trazida pelo caminhão pipa./ Mas a estrutura rachou e não deu mais pra usar./ A situação dos 40 alunos só melhorou no meio deste ano./
A escola recebeu do governo federal uma cisterna com capacidade para armazenar 52 mil litros de água, suficiente para oito meses./ A professora Eliene Souza Dantas conta como a vida das crianças melhorou./

SONORA
Eliene Souza Dantas- Seria tudo mais difícil ......
DF... a cuidar da água e não desperdiçar.  

LOC
A previsão do governo federal é que mais de 295 mil alunos serão beneficiados com a entrega de cisternas em cinco mil escolas na região do Semiárido brasileiro.

De Brasília, Roberto Rodrigues

registrado em: ,