Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2016 > Novembro > Estados podem assinar o termo de aceite do Programa Criança Feliz

Estados podem assinar o termo de aceite do Programa Criança Feliz

publicado  em 30/11/2016 00h00

REP: Estados e municípios interessados em participar do Criança Feliz já podem aderir ao programa e garantir recursos para a capacitação dos visitadores que irão acompanhar as famílias e demonstrar com estimular o desenvolvimento das crianças./ O prazo de adesão dos estados se encerra nesta sexta-feira, dia 2./ Até o momento, dez já aderiram ao Programa Criança Feliz./ Os municípios também já podem aderir ao programa, mas o prazo segue até 10 de fevereiro./ 

Para preencher o termo de adesão, o gestor da assistência social deve acessar o site do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, no endereço www.mds.gov.br. Depois disso, a participação no Criança Feliz deve ser aprovada no Conselho Estadual de Assistência Social e informada ao ministério até 20 de janeiro./ 

Por fim, o estado deverá ainda elaborar um plano regional que vai explicar a articulação entre o estado e municípios, os processos de capacitação dos visitadores e supervisores e o desenvolvimento das visitas domiciliares. 

Após a adesão, cada estado receberá 240 mil reais por meio do Fundo Nacional de Assistência Social para contratar especialistas em desenvolvimento que vão atuar na capacitação dos visitadores. 

O médico e consultor do Programa Criança Feliz, Cláudio Duarte, destaca que a visitação é uma etapa importante do programa, que vai atender crianças beneficiárias do Bolsa Família, do Benefício de Prestação Continuada e em situação de vulnerabilidade social. 

TEC SONORA CLÁUDIO DUARTE
4’07 – 4’46 - Então os governos estaduais tão em no parceiros do governo federal no sentido de mobilizar os municípios. Para que os municípios possam aderir ao Programa Criança Feliz que vai garantir recursos e apoio técnico para que hajam visitadores, são pessoa treinados pelo Programa Criança Feliz para apoiar as famílias do Bolsa Família que tem crianças de zero a três anos. E essa visita é uma visita onde a gente vai apoiar, interagir, capacitar e informar as mães, os pais, os cuidadores, naquela ações que precisam ser feitas para promover o desenvolvimento infantil. 

REP: Lançado pelo governo federal, o Criança Feliz irá fortalecer as políticas públicas para a primeira infância e promover o desenvolvimento infantil. O programa tem o objetivo de dar maior atenção e estimular as crianças nos primeiros mil dias de vida para que, no futuro, elas tenham melhores condições de vencer a pobreza./ Estudos mostram que é nos primeiros anos que a pessoa desenvolve a maior parte das competências fundamentais para a vida./ Estimular o desenvolvimento adequado nesta fase vai dar mais chances de um futuro melhor para estas crianças./ O Programa Criança Feliz contará com ações nas áreas de saúde, assistência social, educação, justiça e cultura. Até 2018, o governo federal pretende atender cerca de 4 milhões de crianças.