Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2016 > Dezembro > Municípios ainda podem aderir ao programa Criança Feliz

Municípios ainda podem aderir ao programa Criança Feliz

publicado  em 21/12/2016 00h00

REP: Segue até 10 de fevereiro o prazo para os municípios interessados em participar do Criança Feliz aderirem ao programa do governo federal.

Até o momento, 590 municípios já preencheram o termo de adesão ao programa que está disponível no site do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, no www.mds.gov.br.

Depois do preenchimento do termo de adesão, a participação no Criança Feliz deve ser aprovada no Conselho Municipal de Assistência Social. Além disso, a prefeitura deverá elaborar um plano de ação para o município, que explica como serão realizadas as visitadas domiciliares.

Para o assessor técnico do Programa Criança Feliz, João Bachu, a adesão dos municípios ao programa possibilitará melhorias no desenvolvimento das crianças e do país.

TEC SONORA JOÃO BACHU
Todas as evidências mostram que o grande problema é não agi r, é não atuar. Os primeiros mil dias de vida são decisivos para a biografia das pessoas e para o desenvolvimento do país. Nesses primeiros mil dias incluem os nove meses de gestação e os dois primeiros anos de vida. É necessário que o município faça a adesão porque é preciso combater a vulnerabilidade social e a desigualdade social na raiz.

REP: Lançado pelo governo federal, o Criança Feliz irá fortalecer as políticas públicas para a primeira infância e promover o desenvolvimento infantil. O programa tem o objetivo de dar maior atenção e estimular as crianças nos primeiros mil dias de vida para que, no futuro, elas tenham condições de vencer a pobreza.

Além disso, o Programa Criança Feliz contará com ações nas áreas de saúde, assistência social, educação, justiça e cultura. Até 2018, o governo federal pretende atender cerca de 4 milhões de crianças.

De Brasília, Roberto Rodrigues