Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Rádio > 2016 > Dezembro > BPC na Escola: gestores do Nordeste discutem inclusão de crianças e adolescentes com deficiência

BPC na Escola: gestores do Nordeste discutem inclusão de crianças e adolescentes com deficiência

publicado  em 08/12/2016 17h00

REP: Com o objetivo de melhorar o atendimento e reconhecer as principais dificuldades das crianças com deficiência no acesso a políticas públicas, o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário está promovendo uma capacitação com gestores da região Nordeste sobre o Benefício de Prestação Continuada (BPC) na Escola, em Brasília.

Durante a oficina, os servidores estaduais estão sendo capacitados para apoiar os municípios no preenchimento dos questionários sobre as dificuldades das famílias e no acompanhamento dos beneficiários.

De acordo com o diretor do Departamento de Benefícios Assistenciais, Alan Camelo, a capacitação também permite o acompanhamento da execução do programa.

TEC SONORA ALAN CAMELO

REP: O subcoordenador de Educação Especial do Rio Grande do Norte, Joiran Medeiros da Silva, ressaltou a importância da aplicação do questionário, pois estimula a articulação entre diversos setores do governo local.

TEC SONORA
REP: Em todo o país, mais de 4,3 milhões d e pessoas recebem o Benefício de Prestação Continuada – entre idosos acima de 65 anos e pessoas com deficiência. Desse total, mais de 470 mil são crianças e adolescentes até 18 anos e estão no Programa BPC na Escola. Nos estados do Nordeste, são mais de 190 mil beneficiários. O objetivo do BPC na Escola é assegurar às crianças e aos adolescentes com alguma deficiência o acesso e a permanência na escola, de forma a criar condições para o desenvolvimento da autonomia, participação social e emancipação dessas crianças, adolescentes e jovens.

De Brasília, André Luiz Gomes