Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Setembro > Seminário marca os 43 anos de atuação das Comunidades Terapêuticas no Paraná

Notícias

Seminário marca os 43 anos de atuação das Comunidades Terapêuticas no Paraná

Drogas

Anualmente, governo federal repassa R$10,5 milhões a 41 instituições de tratamento a dependentes químicos do estado
publicado  em 25/09/2019 18h39
Foto: Divulgação

Brasília/DF - O secretário nacional de Combate e Prevenção às Drogas do Ministério da Cidadania, Quirino Cordeiro, participou de seminário em comemoração aos 43 anos de criação de comunidades terapêuticas no estado do Paraná. Em Curitiba, Cordeiro destacou a importância do papel que as unidades de apoio e tratamento a dependentes químicos desempenham na nova política antidrogas do governo federal.

Segundo ele, o fortalecimento destas entidades garante tratamento de qualidade para milhares de pessoas em todo o Brasil. “Com a Nova Política Nacional Sobre Drogas, o enfoque do tratamento de dependentes químicos está na abstinência e na reinserção social. Dessa forma, temos fortalecido as comunidades terapêuticas, expandindo o número de vagas para ofertarmos tratamento de qualidade em todo o País”, explicou.

O governo federal financia cerca de 11 mil vagas em comunidades terapêuticas para acolhimento e tratamento gratuito de dependentes químicos em todo o Brasil. O número é quatro vezes maior do que o ofertado no ano passado. Só no Paraná, são 775 vagas distribuídas em 41 comunidades, totalizando um investimento de R$ 10,5 milhões por ano. A Política Nacional Sobre Drogas é desenvolvida em conjunto pelos ministérios da Cidadania, Saúde, Justiça e Segurança Pública, e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. A pasta da Cidadania é responsável pelo tratamento de dependentes químicos com foco na estratégia da abstinência dos usuários.

Um mapa virtual completo com endereço e telefone de contato de todas as comunidades terapêuticas contratadas pelo governo federal está disponível no site do Ministério da Cidadania.

Saiba Mais
A Nova Lei de Drogas foi sancionada em junho pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. Entre as modificações, ela estabelece ações mais rígidas contra o tráfico de drogas, prevê a internação involuntária de usuários para desintoxicação e reforça o trabalho das comunidades terapêuticas.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412