Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Setembro > Rede Cadastro Único vence prêmio de inovação

Notícias

Rede Cadastro Único vence prêmio de inovação

Programa Social

Trabalho de articulação desenvolvido pelo Ministério da Cidadania foi reconhecido pelo concurso Inovação no Setor Público
publicado  em 13/09/2019 15h29

Brasília - A Rede Cadastro Único, um trabalho de articulação desenvolvido pelo Ministério da Cidadania, venceu o concurso de inovação no setor público promovido pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap). O prêmio reconheceu a importância do projeto criado para promover a troca de experiências, coordenar as ações dos programas sociais e incentivar o uso adequado das informações cadastrais para beneficiar à população brasileira de baixa renda.

A Rede Cadastro Único concorreu na categoria Inovação em serviços ou políticas públicas no poder executivo federal, que premiou outras quatro iniciativas. O projeto foi desenvolvido pela Coordenação-Geral de Apoio à Integração de Ações do Departamento do Cadastro Único. O coordenador-geral, José Roberto Frutuoso, falou do impacto do trabalho. Segundo ele, a Rede pode promover a inclusão de famílias de baixa renda a diferentes políticas públicas. “Quem hoje recebe apenas o Bolsa Família pode passar também a acessar a Tarifa Social de Energia Elétrica. Bem como o programa Cisternas para quem mora na área rural, ou programas de habitação na cidade. O trabalho em conjunto possibilita uma convergência de ações governamentais para que as pessoas tenham mais oportunidades de superarem suas vulnerabilidades sociais e econômicas“, afirma.

A Rede reúne gestores e técnicos de mais de 20 políticas e programas sociais. Ela funciona tanto com reuniões presenciais quanto por meio de um portal de acesso restrito para interação e compartilhamento de informações. “O prêmio de Inovação mostra a potencialidade de uma estrutura em rede para articulação de diferentes ações para o enfrentamento de vários problemas. Esperamos que esse reconhecimento também potencialize o uso do Cadastro Único para que ele seja promotor da intersetorialidade no âmbito das políticas sociais do governo federal”, enfatizou o coordenador-geral, José Roberto Frutuoso.

A 23ª edição do concurso valorizou as equipes de servidores públicos dedicadas a repensar atividades cotidianas. Por meio de pequenas ou grandes inovações, as iniciativas geram melhoria na gestão das organizações e nas políticas e serviços públicos entregues a quem precisa.

Este é o terceiro ano consecutivo em que o Ministério da Cidadania recebe o prêmio. Para o secretário de Avaliação e Gestão da Informação do Ministério da Cidadania, Vinícius Botelho, isso representa o reconhecimento dos esforços para desburocratizar o acesso à informação e tornar mais eficientes as ações voltadas aos cidadãos. “Nossas ferramentas têm sido premiadas nos últimos anos por darem mais informação ao cidadão e facilitar que os gestores públicos tenham evidências para a formulação e para a execução de suas políticas, melhorando a vida do cidadão”, concluiu.

Premiação
O concurso Inovação é promovido anualmente, desde 1996, pela Enap, em parceria com o Ministério da Economia (ME). A cerimônia de premiação de 2019 será realizada durante a 5ª Semana de Inovação, prevista para ocorrer entre 4 e 7 de novembro, em Brasília. Os vencedores do prêmio irão fazer uma capacitação na Dinamarca, no próximo ano.

Vencedor do Ministério da Cidadania pelo portal de Mapas Estratégicos para Políticas de Cidadania (Mops) em 2018, o coordenador-geral de Inteligência Informacional do Departamento de Gestão da Informação, Carlos Santana, viajará para participar de uma capacitação na Dinamarca ainda neste mês, como resultado do prêmio do ano passado.

CadÚnico
O Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, permitindo que o governo conheça melhor a realidade socioeconômica dessa população. Nele, são registradas informações como: características da residência, identificação de cada pessoa, escolaridade, situação de trabalho e renda, entre outras. A base de dados é usada para a elaboração e promoção de políticas públicas voltadas a esse público.

Por Diego Queijo

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412
(61) 2030-2649