Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Setembro > Parceria entre governo brasileiro, província argentina e Microsoft irá ajudar no monitoramento do Criança Feliz

Notícias

Parceria entre governo brasileiro, província argentina e Microsoft irá ajudar no monitoramento do Criança Feliz

INTERNACIONAL

Brasil trocará experiências em relação à plataforma de captação de dados utilizada na Argentina. Acordo foi assinado nesta segunda-feira (23), em Brasília
publicado  em 23/09/2019 18h31
Foto: Clarice Castro

Brasília - O Ministério da Cidadania, a empresa Microsoft e a Província de Salta, na Argentina, firmaram uma parceria sobre tecnologia de monitoramento de programas sociais voltados ao desenvolvimento infantil. O objetivo é transferir experiências e ferramentas para a implementação de inteligência artificial que apoiem melhorias no atendimento do programa social brasileiro que beneficia crianças de até três anos, integrantes do Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal, e de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), além de gestantes. A assinatura do Acordo de Cooperação Técnica ocorreu nesta segunda-feira (23), em Brasília.

O Brasil é o quinto país da América Latina que recebe a experiência do sistema de monitoramento desenvolvido no país vizinho para avaliar as condições de vida de crianças. O cruzamento de dados permitirá prever possíveis vulnerabilidades, antecipando informações para evitá-las. O Projeto Horus, como é chamado, já está sendo utilizado há cinco anos na província argentina e apresenta informações detalhadas sobre a real situação de cada pessoa entrevistada pelos visitadores.

Segundo o ministro da Cidadania, Osmar Terra, parcerias como esta irão fortalecer o atendimento do Criança Feliz, que beneficia mais de 765 mil crianças e gestantes no País. “O grande desafio que temos é em relação a qualidade do atendimento. Não basta chegar na casa dela toda semana, tem que fazer a diferença. E essa parceria vai nos ajudar a melhorar o processo, melhorar a qualidade, fazer um atendimento maior e melhor para a população”, destacou Terra.

O ministro da Primeira Infância da Província de Salta, Carlos Abeleira, disse que a chave para superar a pobreza está na atenção e no desenvolvimento humano das crianças e ressaltou que as ações brasileiras se assemelham as de sua província. Um dos fatores que mais o impressionou foi a legislação brasileira, principalmente o Marco Legal da Primeira Infância. “Das experiências que pude conhecer, o Brasil é a que mais me interessa. Tem uma lei muito poderosa de primeira infância porque fala de desenvolvimento humano e fortalece as famílias, as crianças e seus filhos. Tem todo um esquema articulado”, apontou.

Parceria entre governo brasileiro, província argentina e Microsoft irão ajudar no monitoramento do Criança Feliz (23/9/2019)

A Microsoft será a responsável por trazer a tecnologia desenvolvida na Argentina para o Brasil. Ronan Damasco, diretor de Tecnologia da empresa no Brasil, ressaltou que a Microsoft tem muito interesse nesta parceria pelo impacto social que ela poderá promover na vida de milhares de crianças em todo o País. “Isso permite que o Estado se antecipe em questões como desnutrição, gravidez na adolescência, evasão escolar, doenças. A partir disso, com políticas públicas se consegue corrigir esses problemas antes que eles aconteçam. Essa que é a parte interessante do uso da inteligência artificial pelo governo”, explicou Damasco.

Já a secretária nacional de Promoção do Desenvolvimento Humano do Ministério da Cidadania, Ely Harasawa, apontou que aperfeiçoar o monitoramento possibilita oferecer maior atenção às crianças. “É o uso da tecnologia a favor da promoção do desenvolvimento da primeira infância. É exatamente isso que nós queremos. Em um país como o Brasil, com dimensões continentais e diversidade tão grandes, poderemos ser mais efetivos com a política que está chegando em cada família”, afirmou.

O secretário especial do Desenvolvimento Social, Lelo Coimbra, a secretária adjunta da pasta, Neusa Kempfer, e o secretário substituto de Articulação e Parcerias do Ministério da Cidadania, Osmar Lara, também participaram do encontro.

Além da troca de experiências que ocorre nesta segunda e terça-feira, os técnicos do Ministério da Cidadania, do Ministério da Primeira Infância de Salta e a Microsoft irão capacitar visitadores e supervisores do Programa Criança Feliz em Campina Grande (PB) e testarão a ferramenta estrangeira na coleta de dados. Depois disso, as informações serão avaliadas em conjunto.

Saiba Mais
O programa Criança Feliz rendeu ao Brasil a conquista da edição 2019 de um dos maiores prêmios do mundo no campo da educação, o WISE Awards, da Cúpula Mundial de Inovação para a Educação. O prêmio reconheceu o trabalho desenvolvido pelo programa como uma das principais e mais inovadoras iniciativas do mundo na área. O Criança Feliz integra ações nas áreas da saúde, assistência social, educação, justiça, cultura e direitos humanos. O público prioritário são gestantes e crianças de até três anos, integrantes do Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal, e de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Por André Luiz Gomes

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412