Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Setembro > Integração entre Criança Feliz e Sistema Único da Assistência Social é destaque em encontro estadual no Piauí

Notícias

Integração entre Criança Feliz e Sistema Único da Assistência Social é destaque em encontro estadual no Piauí

publicado  em 24/09/2019 19h12

Brasília/DF - Experiências de sucesso do Programa Criança Feliz foram destaque, nesta terça-feira (23), durante o Encontro Estadual de Integração do Sistema Único da Assistência Social (Suas) e Programa Criança Feliz, em Teresina, no Piauí. No evento, foram apresentados os trabalhos de integração entre a gestão do programa de atendimento domiciliar de crianças e gestantes com outros órgãos e serviços da assistência social.

Convidada para palestrar no evento, a secretária nacional de Promoção do Desenvolvimento Humano do Ministério da Cidadania, Ely Harsawa, falou sobre a importância da atenção à primeira infância no desenvolvimento infantil saudável. A secretária comentou sobre o desenvolvimento do programa em diversas regiões do País e ressaltou que eventos como esse são importantes para a socialização de experiências e para o reconhecimento do trabalho realizado pelos municípios. “Esses momentos são importantes para termos contato com os municípios, que realmente colocam em prática as nossas políticas. Precisamos reconhecer o trabalho que vem sendo bem feito e encorajar a continuidade do programa. Também é o momento de conhecermos alternativas e ideias que são desenvolvidas pelos municípios e que podem servir de exemplo para outros estados”, comentou.

Mariana Lelis, do Departamento de Proteção Social Básica do Ministério da Cidadania, também esteve no evento. Na ocasião, falou sobre as políticas desenvolvidas pela área e como elas trabalham de forma coordenada com o Programa Criança Feliz.

Atualmente, 192 municípios do Piauí já implementaram o Programa Criança Feliz, representando cerca de 89% das cidades elegíveis, ou seja, que atendem aos requisitos mínimos para a implementação do programa, como ter pelo menos um Centro de Referência de Assistência Social (Cras), e no mínimo 140 pessoas que se enquadrem nas políticas de atendimento do Criança Feliz.

No Brasil, mais de 20,2 milhões de visitas domiciliares já foram realizadas por cerca de 18 mil e 800 profissionais capacitados que orientam pais e responsáveis sobre o desenvolvimento das crianças de até três anos de idade inseridas no Cadastro Único para programas sociais do governo federal e de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Saiba mais
O Programa Criança Feliz rendeu ao Brasil a conquista da edição 2019 de um dos maiores prêmios do mundo no campo da educação, o WISE Awards, da Cúpula Mundial de Inovação para a Educação. O prêmio reconheceu o trabalho desenvolvido pelo programa como uma das principais e mais inovadoras iniciativas do mundo na área. O Criança Feliz integra ações nas áreas da Saúde, Assistência Social, Educação, Justiça, Cultura e Direitos Humanos. O público prioritário são gestantes e crianças de até três anos, integrantes do Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal, e de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).
Para saber mais sobre o Criança Feliz ou outros programas sociais do Ministério da Cidadania, acesse: cidadania.gov.br.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412