Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Setembro > Exército do Rio de Janeiro vai investir R$ 10,7 milhões na agricultura familiar

Notícias

Exército do Rio de Janeiro vai investir R$ 10,7 milhões na agricultura familiar

PAA

O Programa de Aquisição de Alimentos vai atender agricultores do Cinturão Verde, região produtora de hortaliças e frutas
publicado  em 09/09/2019 18h36
Foto: Rafael Zart

Brasília/DF - O Exército Brasileiro está com chamada pública aberta no valor de R$ 10,7 milhões para a compra de produtos da agricultura familiar para o estado do Rio de Janeiro. Os alimentos, adquiridos pelo Comando da 1ª Região Militar, vão abastecer mais de 50 organizações militares, como: hospitais, batalhões e colégios militares. A chamada pública segue aberta para propostas de produtores, cooperativas ou associações até o dia 24 de setembro, no horário das 9h30 da manhã.

A lista de itens solicitados abrange uma grande variedade de hortaliças e frutas. O diretor do Departamento de Compras Públicas para Inclusão Social e Produtiva Rural do Ministério da Cidadania, Iberê Orsi , lembra que a região é grande produtora de frutas, legumes e verduras, o que deve favorecer os agricultores da região. “O Cinturão Verde da região do Rio de Janeiro é ótima produtora de hortifrutis, e essa chamada pública abrange justamente esses produtos. Além disso, é um mercado com garantia para o produtor, uma vez que o Exército brasileiro compra em larga escala e o pagamento é certo”, afirma.

A Compra Institucional do PAA permite que cada agricultor possa vender até R$ 20 mil, por ano, para cada órgão comprador. Já as cooperativas ou associações têm o teto de R$ 6 milhões, por ano, para cada órgão, respeitando o limite máximo por cada agricultor individual. Para acompanhar as chamadas públicas abertas em todo o país, basta acessar o portal comprasagriculturafamiliar.gov.br.

Fortalecendo a agricultura familiar – O PAA integra as ações do governo federal para fortalecer a agricultura familiar, reconhecendo seu importante papel na oferta de alimentos frescos e saudáveis para a população e na promoção da segurança alimentar e nutricional. Os itens cultivados pelos produtores rurais são utilizados pelas prefeituras em escolas públicas, abrigos, restaurantes populares, entre outras instituições. O pagamento é feito mensalmente, até o último dia de cada mês.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-2649/1505