Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Setembro > Celebração de 50 anos das comunidades terapêuticas no Brasil é prestigiada pelo Ministério da Cidadania

Notícias

Celebração de 50 anos das comunidades terapêuticas no Brasil é prestigiada pelo Ministério da Cidadania

PARCERIA

O secretário nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas, Quirino Cordeiro, participou de homenagem na Assembleia Legislativa do Estado nesta segunda-feira (16)
publicado  em 17/09/2019 19h00
Foto: Rodolfo Espinola

Brasília/DF – A celebração dos 50 anos das comunidades terapêuticas no país – unidades que apoiam na acolhida, no tratamento e na reinserção social de dependentes químicos – foi prestigiada pelo Ministério da Cidadania. O secretário nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas, Quirino Cordeiro, participou de uma homenagem às entidades nesta segunda-feira (17), em Florianópolis (SC). A cerimônia ocorreu na Assembleia Legislativa do Estado.

Atualmente, o Ministério da Cidadania financia 1.018 vagas em 58 comunidades terapêuticas em Santa Catarina. Por ano, o investimento é de R$ 14,3 milhões. Em todo o Brasil, o governo federal ampliou, no início deste ano, em quase quatro vezes a quantidade de vagas financiadas nas comunidades terapêuticas.

Na cerimônia de homenagem às cinco décadas das instituições, o secretário Quirino Cordeiro ressaltou o protagonismo do setor. “As comunidades terapêuticas vêm desempenhando o seu trabalho em todo o País com sucesso nestes últimos 50 anos e agora, então, o governo federal reconhece a importância deste segmento para trabalhar em parceria com as entidades. A parceria fornece à nossa política uma capilaridade grande, favorecendo o acesso das pessoas ao cuidado nas entidades”, disse.

Além das vagas apoiadas pelo Ministério da Cidadania, o governo estadual também financia mais 720 vagas por meio do Programa Reviver, contribuindo para que a política seja expandida. O deputado Ismael dos Santos (PSD) foi o proponente da Sessão Solene e exaltou o serviço desempenhado pelas entidades no Estado. “Efetivamente, hoje elas se constituem uma rede formidável. É uma centena delas, das quais 72 no Programa Reviver, projeto que a gente fomentou aqui na Comissão de Combate e Prevenção às Drogas, e fez uma parceria com o governo do Estado”, lembrou.

Saiba Mais
A Nova Lei de Drogas foi sancionada em junho pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. Entre as modificações, ela estabelece ações mais rígidas contra o tráfico de drogas, prevê a internação involuntária de usuários para desintoxicação e reforça o trabalho das comunidades terapêuticas.

A Política Nacional Sobre Drogas é desenvolvida em conjunto pelos ministérios da Cidadania, Saúde, Justiça e Segurança Pública, e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. A pasta da Cidadania é responsável pelo tratamento de dependentes químicos com foco na estratégia da abstinência dos usuários. Ao todo, a pasta financia cerca de 11 mil vagas em comunidades terapêuticas – quantidade quatro vezes maior do que a do ano anterior.

*Por André Luiz Gomes

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412
(61) 2030-2649