Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Outubro > Gaúchos têm oportunidade de vender R$ 1,4 milhão em produtos da agricultura familiar para hospitais

Notícias

Gaúchos têm oportunidade de vender R$ 1,4 milhão em produtos da agricultura familiar para hospitais

PAA

Grupo Hospital Conceição, em Porto Alegre (RS), disponibilizou recursos para a compra de arroz, feijão, doces e ovos que irão abastecer cinco unidades pelo período de um ano
publicado  em 17/10/2019 17h10
Foto: Ministério da Agricultura

Brasília – Mais de 2,3 mil pessoas internadas, além dos acompanhantes e profissionais que atuam no Grupo Hospitalar Conceição, em Porto Alegre (RS), terão mais um reforço na alimentação vindo da agricultura familiar. É que o órgão público federal está com uma chamada pública aberta no valor de R$ 1,4 milhão para a compra de arroz, feijão, ovos, café e doces de fruta, entre outros itens. As propostas devem ser entregues até a próxima segunda-feira (21), na sede do órgão. Além do Hospital Conceição, o Hospital Criança, o Hospital Cristo Redentor e o Hospital Fêmina também serão abastecidos com os produtos, ao longo de um ano.

A compra será feita por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pelo Ministério da Cidadania. Por lei, ao menos 30% dos artigos obtidos para alimentação nas instituições públicas federais devem vir da agricultura familiar - no caso do grupo hospitalar, esse percentual chega a 35%. O diretor do Departamento de Compras Públicas para Inclusão Social e Produtiva Rural do Ministério da Cidadania, Iberê Mesquita, aponta os benefícios que a compra proporciona aos pequenos produtores.

“O programa tem, além do apelo social, um apelo de mercado, de inclusão do nosso agricultor familiar. É um recurso que se ele não é comprado do agricultor familiar, seria comprado de uma fábrica, de uma indústria. Dessa forma, fazemos com que a comunidade se desenvolva. E os órgãos federais são parceiros porque eles acabam fazendo desenvolvimento regional e local”, afirmou Mesquita.

Cláudio Oliveira, diretor administrativo e financeiro do Grupo Hospitalar Conceição, ressalta a qualidade dos produtos entregues pela agricultura familiar em chamadas públicas anteriores. “A qualidade é muito boa. Os produtos vêm direto do produtor para a refeição dos nossos pacientes. Não há nenhuma queixa do nosso setor que prepara as refeições”, ressaltou. Cláudio também lembrou que o grupo hospitalar está com outra chamada pública aberta, até o dia 25, para a compra de laticínios, como queijos e iogurtes. Esta chamada, por sua vez, está disponibilizando R$ 350 mil para a aquisição de produtos da agricultura familiar. Vinculado ao Ministério da Saúde, o grupo forma a maior rede pública de hospitais do Sul do País, atendendo pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Saiba Mais
Na modalidade Compra Institucional do PAA, o agricultor pode vender até R$ 20 mil, por ano, para cada órgão comprador. Já para as cooperativas ou associações, o teto é de R$ 6 milhões por ano. Para acompanhar esta e outras chamadas públicas abertas em todo o País, basta acessar o portal comprasagriculturafamiliar.gov.br.

Por André Luiz Gomes

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412