Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Outubro > Enfrentamento às drogas como prevenção ao suicídio é destaque em evento de psiquiatria

Notícias

Enfrentamento às drogas como prevenção ao suicídio é destaque em evento de psiquiatria

SAÚDE MENTAL

O tema foi abordado pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra, durante cerimônia de lançamento do Congresso Brasileiro de Psiquiatria, no Rio de Janeiro, o maior evento da categoria realizado no país
publicado  em 10/10/2019 17h07
Foto: Clara Angeleas

Rio de Janeiro/RJ - O trabalho do profissional de psiquiatria no combate à dependência química e no tratamento de doenças mentais relacionadas a elas foi destacado pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra, nesta quarta-feira. Ele prestigiou a cerimônia de lançamento do 37º Congresso Brasileiro de Psiquiatria, no Rio de Janeiro, e destacou as contribuições feitas pela categoria.

Na ocasião, Terra ressaltou que evidências científicas devem ser a base de políticas públicas desenvolvidas pelo governo federal. “A psiquiatria moderna, baseada na ciência e em preceitos modernos, nos oferece um arsenal muito poderoso para tratar, acompanhar e resolver problemas graves de saúde mental, como a questão da dependência química e suas complicações”, analisa.

Em junho deste ano, o Ministério da Cidadania firmou uma parceria com a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) para divulgar campanhas que alertem a população sobre a relação entre o consumo de álcool e drogas e o suicídio - o uso de entorpecentes é, no Brasil, o segundo fator de risco mais comum entre vítimas de suicídio, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

O diretor da ABP, Antônio Geraldo da Silva, reforçou a importância dessa parceria e parabenizou o atual governo pela condução de políticas benéficas para toda a população. “A parceria que nós temos com o Ministério da Cidadania é extremamente importante para a população. Todo o trabalho que desenvolvemos, seja no campo do combate às drogas ou ao suicídio, é baseado em ciência, nada baseado em ideologia. Tudo isso beneficia a população”, afirma.

Osmar Terra sublinhou o papel do poder público na prevenção ao suicídio e à automutilação. “Por anos, não tivemos políticas efetivas para tratar e prevenir situações como essa. No governo Bolsonaro, a situação é levada a sério. Sabemos da importância de nos aliarmos com profissionais da psiquiatria para levar ajuda a quem precisa”, frisou o ministro.

O 37º Congresso Brasileiro de Psiquiatria segue até o dia 12 de outubro, com o tema “A Psiquiatria no Mundo Digital”. A programação do evento oferece mais de 300 horas de sessões científicas com mais de 450 médicos, professores e pesquisadores.

Enfrentamento às drogas como prevenção ao suicídio é destaque em evento de psiquiatria (9/10/2019)

Saiba mais - A Nova Lei de Drogas, de autoria de Osmar Terra, sancionada em junho, estabelece ações mais rígidas contra o tráfico de drogas, prevê a internação involuntária de usuários para desintoxicação e reforça o trabalho das comunidades terapêuticas. A pasta da Cidadania é responsável pelo tratamento de dependentes químicos com foco na estratégia da abstinência dos usuários. Atualmente, a pasta financia cerca de 11 mil vagas em comunidades terapêuticas – quantidade quatro vezes maior do que a do ano anterior.

*Por Henrique Jasper

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412