Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Novembro > Começa nesta segunda o pagamento do Bolsa Família: mais de 13 milhões de famílias beneficiadas

Notícias

Começa nesta segunda o pagamento do Bolsa Família: mais de 13 milhões de famílias beneficiadas

PAGAMENTO

Em novembro, o Ministério da Cidadania vai transferir, ao todo, R$ 2,5 bilhões às pessoas aptas a receber o benefício
publicado  em 18/11/2019 10h00
Foto: Divulgação

O pagamento do Bolsa Família de novembro começa nesta segunda-feira e vai até o dia 30. Ao todo, o Ministério da Cidadania vai transferir R$ 2,5 bilhões às famílias brasileiras aptas a receber o benefício. O valor médio pago é de R$ 191,08. A beneficiária Isleide de Souza, da cidade catarinense de Porto Belo, considera o programa bastante importante para recompor as finanças da casa. Há dois anos, ela estava grávida e o marido, desempregado. Foi quando começou a receber o Bolsa Família, que ainda é utilizado para suprir itens básicos da rotina familiar. 

“Agora meu esposo trabalha e e, também, trabalho com faxina. O benefício me ajuda bastante porque tem as meninas e ajuda com elas, ou às vezes ajuda a pagar uma água, uma luz. Às vezes, tem que ir no médico, e acaba tendo um dinheirinho para ajudar. Esse dinheiro parece que sempre vem numa hora em que estamos precisando, mesmo”, afirma.

A garantia de uma renda mínima destinada à sobrevivência é característica do Bolsa Família, aponta o secretário especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania, Lelo Coimbra. “O Bolsa Família é um dos programas de transferência de renda de referência mundial e que ocorre em nosso País. São treze milhões e meio de famílias no Brasil, correspondendo a algo em torno de 43 milhões de pessoas. A cada pagamento que se faz, você percebe a importância dos recursos do Bolsa, que permite às famílias que não tem renda acima de R$ 88 sem o Bolsa, suprir as suas necessidades básicas e a alimentação do básico ao longo do mês”, afirma.

Em novembro, o pagamento do benefício segue o calendário escalonado. Para saber o dia do pagamento, o beneficiário deve conferir o Número de Identificação Social, o NIS, impresso no cartão do programa. Os que terminam com final 1 podem sacar o dinheiro no primeiro dia do pagamento. Os com final 2, no segundo dia - e assim por diante. Os recursos ficam disponíveis para saque por um período de três meses. Para saber a data exata do pagamento, basta acessar: facebook.com/bolsafamilia.

Confira aqui os dados por município 

REGIÃO UF  Pagamento - Novembro
 Famílias   Totais
(R$) 
 Benefício médio 
  DF             66.125            12.110.463,00         183,14
GO           277.733            44.768.677,00         161,19
MS           114.757            21.036.205,00         183,31
MT           143.439            24.709.549,00         172,27
CENTRO OESTE           602.054          102.624.894,00         170,46
  AL           387.236            76.039.758,00         196,37
BA        1.751.688          332.058.293,00         189,56
CE        1.014.719          194.196.981,00         191,38
MA           927.773          201.248.934,00         216,92
PB           502.347          102.396.912,00         203,84
PE        1.129.047          210.126.867,00         186,11
PI           438.074            93.059.538,00         212,43
RN           339.640            64.434.084,00         189,71
SE           280.301            48.279.674,00         172,24
NORDESTE         6.770.825       1.321.841.041,00         195,23
  AC             87.057            23.778.672,00         273,14
AM           387.551            90.121.807,00         232,54
AP             75.208            17.140.023,00         227,90
PA           926.505          187.978.171,00         202,89
RO             71.607            11.137.371,00         155,53
RR             44.175              9.737.335,00         220,43
TO           110.130            21.212.593,00         192,61
NORTE         1.702.233          361.105.972,00         212,14
  ES           168.519            29.878.861,00         177,30
MG           972.739          179.237.536,00         184,26
RJ           819.465          153.345.593,00         187,13
SP        1.382.939          240.167.737,00         173,66
SUDESTE        3.343.662          602.629.727,00         180,23
  PR           337.216            55.975.354,00         165,99
RS           327.007            57.049.710,00         174,46
SC           106.570            18.984.261,00         178,14
SUL            770.793          132.009.325,00         171,26
Total Geral      13.189.567       2.520.210.959,00         191,08

Bolsa Família

O programa de transferência de renda atua em três eixos: complemento de renda, acesso a direitos - como educação, saúde e assistência social - e articulação com outras ações para garantir o desenvolvimento das famílias beneficiárias.

Os interessados devem se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. O registro pode ser feito nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) ou na gestão municipal do Bolsa Família e do Cadastro Único.

O programa atende às famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89,00 mensais, e pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412
www.cidadania.gov.br/imprensa