Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Junho > Parceria entre governo federal e Associação Brasileira de Psiquiatria intensifica o combate ao suicídio

Notícias

Parceria entre governo federal e Associação Brasileira de Psiquiatria intensifica o combate ao suicídio

PREVENÇÃO

Consumo de álcool e drogas é um dos principais fatores de risco, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS)
publicado  em 13/06/2019 20h46
Foto: Rafael Zart

Brasília - O Ministério da Cidadania assinou uma parceria com a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) para divulgar campanhas que alertem a população sobre a relação entre o suicídio e o consumo de álcool e drogas. O uso de entorpecentes é, no Brasil, o segundo fator de risco mais comum entre vítimas de suicídio, segundo aponta a Organização Mundial de Saúde (OMS).

“A dependência química é o segundo maior fator de risco para a morte por suicídio no Brasil, ficando atrás apenas dos transtornos do humor. Por isso, é imprescindível que qualquer ação voltada para dependentes leve em conta a avaliação do risco do suicídio”, explica o secretário de Cuidados e Prevenção às Drogas, Quirino Cordeiro. Para ele, é fundamental que esse dado importante seja considerado na formulação de políticas públicas.

O diretor da ABP, Antônio Geraldo da Silva, destacou a relevância da parceria com o governo federal para combater o suicídio no país. Para ele, o apoio federal dá ainda mais força às campanhas de prevenção. “Esse governo leva a sério a prevenção às drogas e sua relação com o suicídio. Por isso, essa parceria é o que sonhamos há anos e nos dá esperança de que as próximas campanhas tenham ainda mais força”, comemora.

A Associação Brasileira de Psiquiatria é responsável pela campanha Setembro Amarelo, que busca reduzir o estigma em torno do suicídio. Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil registra cerca de 11 mil suicídios por ano.

*Por Henrique Jasper

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
Central de Relacionamento - 121 

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa