Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Junho > "Aprendi a cuidar de mim e a ver a dependência química do meu filho como uma doença"

Notícias

"Aprendi a cuidar de mim e a ver a dependência química do meu filho como uma doença"

DROGAS

Iandira Batista, mãe de um usuário de drogas, e ex-jogador Gilson Xavier contam experiências dos males causados pelo uso de entorpecentes
publicado  em 27/06/2019 10h47
Foto: Rafael Zart

Contagem (MG) - A tristeza de uma mãe de um dependente químico é um sentimento que aos poucos Iandira Batista vai deixando de lado. Não porque o filho tenha deixado de utilizar entorpecentes, mas porque ela compreendeu algo importante para ajudar o filho. "Aprendi a cuidar primeiro de mim para poder entender que este problema é uma doença e deve ser tratada", conta, emocionada.

Iandira participou de um curso promovido pela prefeitura de Contagem sobre a dependência química no contexto familiar, que faz parte do Plano Intersetorial de Enfrentamento e Prevenção ao Uso de Drogas do município. O secretário de Cuidados e Prevenção ao Uso de Drogas do Ministério da Cidadania, Quirino Cordeiro, participou da formatura da turma de 45 famílias.

"Eu já não era mais convidada para as festas e reuniões da família. Não sabia lidar com isso. Machucava, maltratava e isolava ele porque tinha vergonha", lembra a mãe. "Depois do aprendizado, nós dois melhoramos muito. Ele já está trabalhando e, se Deus quiser, vai se livrar das drogas", completou.

Volta por cima - O ex-jogador de futebol Gilson Xavier também participou do evento e compartilhou a sua experiência com as famílias. Como goleiro profissional conheceu a fama, vários países e no fim da carreira se aproximou do crack e da cocaína, drogas que destruíram a sua vida o levaram a morar na rua. Ele só conseguiu se reerguer após ser acolhido em uma Comunidade Terapêutica no município. Hoje, já está há nove anos sem utilizar entorpecentes e elogia as ações do governo local e do governo federal em relação à prevenção.

"Na minha época, não tinham políticas sobre drogas no nosso município, devido a isso, foi um sofrimento para mim. É muito importante trazer esses planos para os nossos jovens. Os sonhos dos jovens estão morrendo, muitos estão se perdendo nas drogas e, a partir de agora, Contagem será diferente. Vamos lutar pela vida", avaliou.

Leia também:
Minas Gerais debate Nova Política Nacional sobre Drogas
Ministério lança campanha nacional de prevenção ao uso de drogas

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
Central de Relacionamento - 121

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa