Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Fevereiro > Fundação Banco do Brasil premia iniciativas que promovam o desenvolvimento infantil

Notícias

Fundação Banco do Brasil premia iniciativas que promovam o desenvolvimento infantil

PRIMEIRA INFÂNCIA

Propostas que contribuam para a solução de problemas sociais devem ser enviadas até 21 de abril
publicado  em 26/02/2019 15h16
Foto: Mauro Vieira

Brasília - Estão abertas as inscrições para o Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social. O objetivo é identificar, certificar e multiplicar tecnologias sociais implementadas em esfera local, regional ou nacional, que contribuam para a solução de problemas sociais. Pela primeira vez, por meio de uma parceria com o Ministério da Cidadania, a Fundação vai reconhecer tecnologias sociais dedicadas à primeira infância que promovam o desenvolvimento infantil, o fortalecimento de vínculos familiares e o exercício da parentalidade.

Na cerimônia de lançamento do prêmio, nessa segunda-feira (25), o ministro da Cidadania, Osmar Terra, elogiou a iniciativa. “Vocês estão oferecendo um prêmio de estímulo. Eu acho que, certamente, vão aparecer trabalhos interessantíssimos, que vão nos ajudar no nosso trabalho”, destacou. A preocupação de Terra com a primeira infância tem base em estudos científicos. Eles comprovam que crianças que receberam o apoio para se desenvolverem corretamente nos primeiros anos de vida tendem a ter um melhor desempenho escolar e, futuramente, menos chances de envolvimento com drogas e criminalidade.

Assim, em 2016, a pasta foi responsável pela criação do Programa Criança Feliz, o maior no mundo a desenvolver políticas públicas dedicadas à primeira infância. Em todas as regiões do país, 500 mil crianças são atendidas. Nos dias 12 e 13 de março, o Ministério da Cidadania promove em Brasília o Seminário Internacional da Primeira Infância - O Melhor Investimento para Desenvolver uma Nação, que trará ao Brasil referências mundiais no tema.

Tecnologias Sociais – Realizado a cada dois anos, desde 2001, o Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social considera produtos, métodos, processos ou técnicas criados para solucionar algum tipo de problema social. Essas tecnologias devem seguir os critérios como simplicidade, baixo custo e fácil aplicação e reprodução. Além disso, devem ter seu impacto social comprovado. São questões que ajudam na solução de problemas relacionados a temas como alimentação, educação, energia, habitação, meio ambiente, recursos hídricos, renda e saúde. Para o presidente da Fundação Banco do Brasil, Asclepius Soares, o Pepe, esta edição tem um olhar especial: as crianças. “Essa premiação é algo que mexe muito com a gente, pois estamos olhando para o futuro e, se quisermos um grande futuro para esse país, tem que cuidar das crianças”, afirmou.

As tecnologias sociais certificadas passam a integrar o Banco de Tecnologias Sociais (BTS), que apresenta informações sobre as iniciativas e suas desenvolvedoras. O BTS é o principal instrumento utilizado pela Fundação Banco do Brasil para disseminar as tecnologias sociais e fomentar a sua reaplicação.  As inscrições, que devem ser realizadas até 21 de abril, passam por um processo de triagem que inclui as fases de certificação, seleção das finalistas, julgamento das vencedoras e premiação. Se a sua instituição ou órgão governamental desenvolve alguma tecnologia social voltada à primeira infância, inscreva-se na 10ª edição do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia, no link: www.fbb.org.br/premio.

*Por Renata Garcia

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505 / 9.9229-6773
www.mds.gov.br/area-de-imprensa