Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Fevereiro > Com nova secretaria, Ministério da Cidadania projeta ações na área de inclusão produtiva

Notícias

Com nova secretaria, Ministério da Cidadania projeta ações na área de inclusão produtiva

INCLUSÃO PRODUTIVA

Área será trabalhada pela Secretaria Nacional de Inclusão Social e Produtiva Urbana (Senisp), abrangendo temas antes desenvolvidos pelos extintos ministérios do Desenvolvimento Social e do Trabalho
publicado  em 06/02/2019 16h42
Foto: Rafael Zart

Brasília – As ações e estratégias que serão desenvolvidas pela nova Secretaria Nacional de Inclusão Social e Produtiva Urbana (Senisp) foram discutidas em reunião nesta quarta-feira (6), em Brasília. A pasta integra a nova estrutura do Ministério da Cidadania e compreende o tema da inclusão produtiva, antes trabalhado pelas antigas Secretaria de Inclusão Social e Produtiva, do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), e Secretaria Nacional de Economia Solidária, do Ministério do Trabalho (MTE).

De acordo com o secretário Especial do Desenvolvimento Social, Lelo Coimbra, a integração entre as equipes é fundamental para o ajuste das políticas públicas desenvolvidas de acordo com a nova diretriz do Ministério da Cidadania. Para ele, o resultado final será a oferta de melhores serviços para a população. “Esse é o nosso principal papel. Apoiar aqueles em situação de vulnerabilidade social e criar as condições para que progridam e não só sejam acolhidos - mas tenham nesse acolhimento um rito de passagem para sua emancipação econômica”, avaliou.

A reunião foi conduzida pelo diretor do Departamento de Inclusão Produtiva do Ministério da Cidadania, Gustavo Saldanha. Ele destacou que o encontro foi importante para a troca de experiência entre os servidores e análise de estratégias que podem ser integradas. “Este trabalho será feito respeitando as questões conceituais do que é a economia solidária e essa economia mais convencional, que é trabalhada no Plano Progredir. Precisamos definir ações conjuntas, mas respeitando essas diferenças”, explicou.

Assistente da Secretaria Nacional de Inclusão Social e Produtiva Urbana, Maria José Fernandes integrava o antigo Ministério do Trabalho e foi a responsável por compartilhar as políticas e ações da extinta subsecretaria de economia solidária. “Eu trago um saldo positivo da reunião. As duas áreas podem convergir, sim. Temos pautas em comum - como a inclusão dos imigrantes, que já estávamos trabalhando dentro da subsecretaria de economia solidária. A meu ver, o Ministério da Cidadania é o melhor espaço institucional para as nossas ações”, reforçou.

Governo – O Ministério da Cidadania foi criado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, que nomeou o deputado federal Osmar Terra como ministro por meio de decreto publicado no dia 1º de janeiro. A pasta engloba as políticas nacionais de Desenvolvimento Social, Segurança Alimentar e Nutricional, Assistência Social, Renda de Cidadania, e parte das políticas sobre drogas, além das pastas de Esporte e Cultura.

* Por Pamela Santos

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505 / 9.9229-6773
www.mds.gov.br/area-de-imprensa