Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Dezembro > Piauí aprimora a política voltada à primeira infância, a partir do Criança Feliz

Notícias

Piauí aprimora a política voltada à primeira infância, a partir do Criança Feliz

GESTÃO

Encontro organizado pela Secretaria de Assistência Social e Cidadania do Estado reuniu gestores e visitadores do programa que participaram de curso piloto
publicado  em 16/12/2019 19h08
Foto: Divulgação

Os cuidados voltados à primeira infância no Piauí ganharam um importante reforço, a partir do aprimoramento das gestões do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e do Criança Feliz. Nesta segunda-feira, a capital Teresina sediou a abertura do Encontro Estadual de Gestão do Suas e Programa Criança Feliz – Primeira Infância no Piauí. Na ocasião, foi assinada a sanção da lei que Institui a Política Estadual Integrada pela Primeira Infância do Piauí.

Representante do governo federal, a secretária nacional de Promoção do Desenvolvimento Humano do Ministério da Cidadania, Ely Harasawa, afirmou que eventos como esses promovem a integração entre os sistemas e programas, otimizando o atendimento às famílias. “Esse encontro lida com dois grandes temas: o encerramento da primeira turma do curso de interações responsivas para aprendizagem e o balanço das ações de 2019, além do planejamento para 2020. Para isso, estão aqui presentes representantes de muitos dos municípios. A ideia é que a gente possa também aprimorar as estratégias de interação do programa com o Sistema Único da Assistência Social”, ressaltou.

O Estado do Piauí foi o primeiro a receber o Curso Interações Responsivas para a Aprendizagem, realizado pelo Ministério da Cidadania em parceria com secretaria de Assistência Social local e com a Universidade de Toronto, no Canadá – esta, responsável pela metodologia aplicada. O curso capacitou técnicos do programa Criança Feliz e, após análise dos resultados, poderá ser replicado em outros estados e municípios. A ideia é oferecer ferramentas para que os visitadores possam orientar as famílias sobre a importância do vínculo afetivo na primeira infância.

A formação contou com a participação de 181 visitadores de 54 municípios – destes, 91 cursaram os módulos online e os outros 90 participarão apenas da avaliação, para que se possa comparar a efetividade dos conteúdos ministrados. Nesta segunda-feira (16), os participantes do curso receberam sua certificação.

Já na terça-feira (17), serão apresentados os resultados do programa, tendo em vista o planejamento de 2020. Segundo a coordenadora do evento e do Criança Feliz no Piauí, Rosângela Souza, o programa tem trazido diversos benefícios para a Assistência Social e para as famílias atendidas. “No Programa Criança Feliz o governo, através do visitador, procura apoiar as famílias. Nesse acompanhamento, há algumas questões que são detectadas. Em uma família que nós atendemos, por exemplo, a avó percebeu que o garoto não conseguia engolir a comida normalmente. Então, por meio do visitador, foram contatados vários profissionais que acompanharam esse garoto, até que ele passou a mastigar normalmente. Então, esse acompanhamento que as crianças e gestantes recebem, faz realmente a diferença na vida delas”, contou ela.

A solenidade de abertura do evento também contou com a presença do governador do Estado, Wellington Dias; do secretário de Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos, Zé Santana; e das representantes da Universidade de Toronto, Jennifer Jenkins e Alessandra Schneider.

Sobre o Criança Feliz

Atualmente, o programa Criança Feliz está presente em 2,7 mil municípios brasileiros e atende 859 mil pessoas, entre crianças de até três anos e gestantes. Reconhecido mundialmente, este ano, o programa recebeu um dos maiores prêmios internacionais de educação, o WISE Awards, da Cúpula Mundial de Inovação para a Educação. O prêmio reconheceu o trabalho desenvolvido pelo Criança Feliz como uma das principais e mais inovadoras iniciativas do mundo na área.

No Piauí, o Criança Feliz está presente em 200 dos 224 municípios do estado, sendo que 192 já iniciaram suas visitas. Ao todo, já foram atendidas mais de 48 mil crianças e 11 mil gestantes, de 47 mil famílias, em 2 milhões de visitas. Para tanto, o Ministério da Cidadania já repassou mais de R$ 46,5 milhões para o governo do estado e dos municípios.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412
www.cidadania.gov.br/imprensa

registrado em: ,