Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Agosto > Ministério discute parceria sobre acessibilidade com Universidade Federal de Alagoas

Notícias

Ministério discute parceria sobre acessibilidade com Universidade Federal de Alagoas

Cooperação

Nesta quinta-feira (1º), o secretário Especial do Desenvolvimento Social, Lelo Coimbra, se reuniu com o professor Fábio Coutinho, que coordena área de desenvolvimento de aplicativos
publicado  em 01/08/2019 15h41
Foto: Rafael Zart

Brasília - O secretário Especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania, recebeu o professor da Universidade Federal de Alagoas, Fábio Coutinho, para discutir a possibilidade de parcerias em projetos de acessibilidade para pessoas com deficiência auditiva e visual. Na instituição, ele coordena uma equipe que está desenvolvendo aplicativos de celulares para surdos e mudos.

Entre as principais demandas nas unidades de assistência social em todo o País, de acordo com o Censo do Sistema Único de Assistência Social (Censo Suas) de 2018, há a necessidade por materiais em braile, profissionais com conhecimento em Libras (Língua Brasileira de Sinais), além de adaptações e tecnologias para um melhor atendimento a este público. Além disso, o Ministério da Cidadania repassa todos os meses um salário mínimo para cerca de 2,6 milhões de pessoas com deficiência por meio do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

O secretário Lelo Coimbra apoia a iniciativa e irá verificar possibilidades de parcerias na pasta. “Colocamos a nossa equipe à disposição para que juntos possamos desenvolver ações voltadas para este público, para que possam se integrar e também tornar o acesso às políticas mais fácil para estas pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade”, ressaltou o secretário Especial do Desenvolvimento Social.

“O nosso projeto inicial é voltado para a área de turismo com audiodescrição e vídeos em libras, mas temos equipe capacitada para desenvolver projetos em outros temas e áreas”, apontou o professor alagoano. Durante a visita a Brasília, o professor Fábio Coutinho também se reuniu com o secretário Especial de Cultura do Ministério da Cidadania, Henrique Pires, para discutir ações voltadas para o setor de museus.

Saiba Mais
Para promover a inclusão social dos deficientes visuais e auditivos, até janeiro de 2020, todas as salas de cinema do País devem contar com recursos de acessibilidade, como legendagem, audiodescrição e libras na exibição dos filmes. A iniciativa obedece uma instrução normativa da Agência Nacional do Cinema (Ancine), entidade vinculada ao Ministério da Cidadania.

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
Central de Relacionamento - 121

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa