Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Agosto > Inscrição para capacitação de profissionais de comunidades terapêuticas encerra dia 4 de agosto

Notícias

Inscrição para capacitação de profissionais de comunidades terapêuticas encerra dia 4 de agosto

Capacitação

Curso promovido a distância foi elaborado pelo professor Ronaldo Laranjeira, que acumula mais de 40 anos em pesquisa sobre álcool e outras drogas
publicado  em 01/08/2019 18h54
Foto: Divulgação

Brasília - Encerra neste domingo (4) o período para inscrição no curso oferecido pelo Ministério da Cidadania para trabalhadores que atuam em comunidades terapêuticas. A capacitação é promovida por meio da Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas (Senapred), e voltada a monitores e profissionais das unidades conveniadas com o governo federal. O curso será ministrado a distância, on-line, e foi elaborado pelo professor titular de psiquiatria da Escola Paulista de Medicina e coordenador da Unidade de Pesquisa sobre Álcool e Drogas da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Ronaldo Laranjeira.

Com mais de 40 anos de experiência na área, o especialista explica que a intenção do curso é apresentar conceitos para qualificar o serviço prestado nas comunidades. “O primeiro módulo aborda conceitos fundamentais sobre dependência química, então vamos formatar todas as comunidades informações sobre a natureza da dependência, os aspectos psicossociais e o impacto do uso e abuso de substâncias no desenvolvimento das pessoas. O que buscamos é dar informação útil para os profissionais”, explicou.

A estrutura do curso é composta em módulos sobre políticas públicas, prevenção, reinserção social, gestão e prestação de serviços. O secretário nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas do Ministério da Cidadania, Quirino Cordeiro Júnior, falou da importância da participação do professor Ronaldo Laranjeira na construção do conteúdo. “É o maior nome na área de dependência química no País, e ele está com a gente neste trabalho. O nosso objetivo é aumentar a capacitação dos profissionais nas comunidades terapêuticas para que a gente possa contribuir com isso para a melhora do cuidado e do tratamento ofertado para as pessoas acolhidas”, ressaltou.

Ao todo, duas mil vagas estão sendo ofertadas, e o curso será ministrado entre os dias 20 de agosto e 10 de dezembro. A chamada Capacitação de Monitores e Profissionais das Comunidades Terapêuticas (Compacta) será executada pela Secretaria de Educação a Distância da Universidade Federal de Santa Catarina. “É uma novidade que nós estamos lançando dentro do processo de fortalecimento do segmento e da melhoria cada vez mais do cuidado e do tratamento das pessoas com dependência química no País”, concluiu o secretário Quirino Cordeiro Júnior.

Os interessados no curso de capacitação podem se inscrever pelo site compacta.sead.ufsc.br

Investimento – Em março, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, oficializou o aumento de vagas financiadas em Comunidades Terapêuticas. Ao todo, o custo do governo federal com o tratamento de dependentes químicos passou a ser de R$ 153,7 milhões por ano. O valor irá atender 10.883 vagas em 496 entidades. Além da ampliação, o ministro assinou três portarias para complementar as ações.

A primeira cria um cadastro das Comunidades Terapêuticas, com o objetivo de mapeá-las e, assim, garantir um tratamento padronizado e de qualidade; a segunda portaria trata do plano de fiscalização e monitoramento das entidades por servidores da Senapred, com objetivo de estabelecer critérios para acompanhar a execução dos serviços prestados; a terceira portaria institui a certificação de qualidade dos cursos de capacitação para profissionais que atuam nas Comunidades Terapêuticas.

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
Central de Relacionamento - 121

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa