Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Agosto > Exército em Tefé (AM) deve comprar R$ 243 mil da agricultura familiar

Notícias

Exército em Tefé (AM) deve comprar R$ 243 mil da agricultura familiar

PAA Região Norte

A lista da chamada pública inclui frutas, verduras e hortaliças. Pescados e polpas de alimentos regionais também compõem os itens
publicado  em 02/08/2019 16h03
Foto: Clarice Castro

Brasília - Produtores rurais e cooperativas da Região Norte devem estar atentos a uma oportunidade de venda para o Exército Brasileiro. A 16ª Brigada de Infantaria da Selva, em Tefé (AM), abriu chamada pública para comprar R$ 243 mil em produtos da agricultura familiar. Esta é a primeira vez que a unidade irá adquirir produtos por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pelo Ministério da Cidadania. As propostas devem ser entregues até 13 de agosto na sede do batalhão.

No total, 46 itens compõem a lista de demandas do Exército. Frutas, verduras e hortaliças estão incluídas. No entanto, há espaço para pescados e para polpas de frutas regionais, como taperebá e cupuaçu. A coordenadora de Aquisição e Distribuição de Alimentos do Ministério da Cidadania, Hetel Santos, chamou a atenção para a compra de produtos típicos da região e o peso que uma compra como esta promove para a qualificação dos produtos locais.

“A demanda do edital é por produtos que são do Amazonas. Isso é muito importante porque é uma nova oportunidade de qualificação para os agricultores familiares locais na produção e para a entrega para este tipo de cliente. Quando um mercado sinaliza que ele quer comprar um produto regional, o agricultor já começa a se organizar para atender essa nova demanda”, ressaltou a coordenadora. “Isso gera economia, a renda fica no território, é uma nova dinâmica de mercado se colocando ali também”, acrescentou.

Saiba Mais
Por lei, ao menos 30% dos produtos obtidos para alimentação nas instituições públicas federais devem vir da agricultura familiar. Por meio da Modalidade Compra Institucional, o agricultor pode vender até vinte mil reais, por ano, para cada órgão comprador. Já para as cooperativas ou associações, o teto é de seis milhões de reais por ano, por órgão comprador.
Para acompanhar as chamadas públicas abertas em todo o País, basta acessar o portal comprasagriculturafamiliar.gov.br.

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
Central de Relacionamento - 121

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa