Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Agosto > Brasil e Paraguai discutem parceria no enfrentamento ao uso de Drogas

Notícias

Brasil e Paraguai discutem parceria no enfrentamento ao uso de Drogas

Cooperação

Delegação brasileira está em Assunção para discutir ações conjuntas na área de prevenção e de combate ao tráfico de drogas. Secretário Quirino Cordeiro participa do encontro
publicado  em 19/08/2019 17h18
Foto: divulgação

Brasília – Tentar barrar a oferta de entorpecentes e articular ações de prevenção ao uso de drogas no Brasil e no Paraguai. Os objetivos fazem parte das discussões da 7ª Reunião da Comissão Mista sobre Drogas e Temas Conexos, que ocorre nesta segunda e terça-feira em Assunção, no Paraguai. O encontro reúne representantes governamentais dos dois países para discutir parcerias e compartilhar experiências no enfrentamento ao uso de drogas, no tratamento e na reinserção social para os dependentes químicos.

O secretário nacional de Cuidados e Prevenção ao Uso de Drogas do Ministério da Cidadania, Quirino Cordeiro, faz parte da delegação. Ele aponta que é essencial construir parcerias com o país vizinho para que o enfrentamento às drogas seja eficaz. “O Brasil e o Paraguai têm realidades parecidas no aspecto de combate às drogas e a busca de entendimento para parcerias neste tema é extremamente importante para que possamos avançar em aspectos comuns”, afirmou.

Cordeiro ressaltou ainda que o momento é propício para este tipo de encontro, tendo em vista que o governo federal recentemente sancionou a nova lei sobre drogas. “Essa reunião se torna mais relevante no momento em que o Brasil se encontra numa fase em que tem uma nova política sobre drogas, uma nova lei sobre drogas, que muda de maneira substancial vários aspectos das ações do governo federal nesta área em relação a gestões anteriores”, avaliou.

Entre as modificações, a nova lei sobre drogas estabelece ações mais rígidas contra o tráfico de drogas, prevê a internação involuntária de usuários para desintoxicação e reforça o trabalho das comunidades terapêuticas.

Saiba Mais
A Política Nacional Sobre Drogas é desenvolvida em conjunto pelos ministérios da Cidadania, Saúde, Justiça e Segurança Pública, e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. A pasta da Cidadania é responsável pelo tratamento de dependentes químicos com foco na estratégia da abstinência dos usuários. Ao todo, já foram financiadas cerca de 11 mil vagas em comunidades terapêuticas - quantidade quatro vezes maior do que a do ano anterior.
Além disso, em junho, o Ministério da Cidadania lançou uma campanha nacional de prevenção ao uso de drogas voltada para adolescentes entre 14 e 18 anos. Desde o início do ano, a Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção ao Uso de Drogas já se reuniu com representantes de governos, de entidades e de comunidades terapêuticas em 12 estados e no Distrito Federal para alinhar as ações de acolhimento, tratamento e prevenção ao uso de drogas.

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
Central de Relacionamento - 121

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa