Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Agosto > Atendimento a dependentes químicos reúne ministro da Cidadania e ex-deputado federal Osvaldo Bender

Notícias

Atendimento a dependentes químicos reúne ministro da Cidadania e ex-deputado federal Osvaldo Bender

Não às drogas

Reunião ocorreu nesta segunda-feira (19), em Brasília. Bender é fundador de uma comunidade terapêutica que trata usuários de entorpecentes no RS
publicado  em 19/08/2019 15h57
Foto: Rafael Zart

Brasília – Garantir atendimento de qualidade a dependentes químicos, esse foi o motivo que reuniu o ministro da Cidadania, Osmar Terra, e o ex-deputado federal Osvaldo Bender, em Brasília, nesta segunda-feira (19). O ex-parlamentar é o criador da Fundação Astrogilda e Osvaldo Bender, uma comunidade terapêutica localizada na cidade de Três Passos (RS). O local tem estrutura pra atender 40 pessoas vítimas do uso de entorpecentes.

“Estamos com uma epidemia muito grande do uso de drogas em todo o País. Precisamos tornar a legislação mais forte e garantir oportunidades para as pessoas que querem sair desta situação possam ser atendidas com qualidade”, ressaltou o ministro Osmar Terra.

Para o ex-deputado Osvaldo Bender, o ministro Osmar Terra está no lugar certo à frente da pasta da Cidadania, principalmente por atuar na luta contra as drogas. Ele ressaltou que as comunidades terapêuticas têm um papel fundamental na reinserção social dos dependentes químicos. “Vale a pena investir nas comunidades terapêuticas e nestas pessoas para ver eles renascerem. Temos diversas experiências de pessoas que conseguiram superar este momento de dificuldade. É um trabalho que deve ser continuado para que cada vez mais pessoas possam se recuperar”, disse.

Saiba Mais
Ao todo, o Ministério da Cidadania financia cerca de 11 mil vagas em comunidades terapêuticas - quantidade quatro vezes maior do que a do ano anterior. A Nova Lei de Drogas foi sancionada em junho pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. Entre as modificações, estabelece ações mais rígidas contra o tráfico de drogas, prevê a internação involuntária de usuários para desintoxicação e reforça o trabalho das comunidades terapêuticas.
A Política Nacional Sobre Drogas é desenvolvida em conjunto pelos ministérios da Cidadania, Saúde, Justiça e Segurança Pública, e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. A pasta da Cidadania é responsável pelo tratamento de dependentes químicos com foco na estratégia da abstinência dos usuários.

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
Central de Relacionamento - 121

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa