Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Agosto > Agricultores familiares do RN têm oportunidade de vender R$ 924 mil em produtos para a Marinha

Notícias

Agricultores familiares do RN têm oportunidade de vender R$ 924 mil em produtos para a Marinha

Fortalecimento

Chamada pública está aberta até 21 de agosto. Unidade comprará 100 itens por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)
publicado  em 13/08/2019 17h29
Foto: Ubirajara Machado

Brasília - A Marinha do Brasil abriu chamada pública para comprar R$ 924 mil em produtos da agricultura familiar no Rio Grande do Norte. O Centro de Intendência, localizado em Natal, irá comprar 100 itens alimentares. Na lista, frutas, verduras e hortaliças que vão abastecer a unidade por um ano. As propostas devem ser entregues até o próximo dia 21 de agosto na sede da unidade. As compras serão feitas por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Bolos e doces também compõem os itens da chamada pública da Marinha. A Associação das Mulheres Produtoras Rurais do município de Currais Novos (Amprorqua), deve apresentar uma proposta de venda para os produtos. A presidente da Associação, Maria de Fátima, ressalta que mesmo estando a cerca de 180 quilômetros de distância da capital, não quer perder a chance de participar da chamada pública. “É uma oportunidade do nosso agricultor vender mais. Pelo PAA você já tem a certeza que vai vender aquele produto e pode se estruturar para produzir ainda mais”, avaliou a produtora.

Por lei, ao menos 30% dos produtos obtidos para alimentação nas instituições públicas federais devem vir da agricultura familiar. A coordenadora do ministério, Hetel Santos, ressalta o benefício da compra realizada por meio do Programa de Aquisição de Alimentos. “Os órgãos da União, muitas vezes, num processo de licitação poderia levar até quatro meses até receber o produto. Em um processo de chamada pública esse processo é simplificado, podendo um órgão receber alimentos num período de até 45 dias, 60 dias. Isso fortalece a formação de um caminho novo de distribuição que nós chamamos de circuito curto de abastecimento”, explicou.

Saiba Mais
Por meio da Modalidade Compra Institucional, o agricultor pode vender até R$ 20 mil, por ano, para cada órgão comprador. Já para as cooperativas ou associações, o teto é de R$ 6 milhões de reais por ano, por órgão comprador.
Para acompanhar as chamadas públicas abertas em todo o País, basta acessar o portal comprasagriculturafamiliar.gov.br.

*Por André Luiz Gomes

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
Central de Relacionamento - 121

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa