Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Abril > Primeira-dama e ministro da Cidadania visitam famílias em Campina Grande

Notícias

Primeira-dama e ministro da Cidadania visitam famílias em Campina Grande

INCLUSÃO SOCIAL

Durante agenda no município, Michelle Bolsonaro e Osmar Terra conversaram com mães de deficientes físicos e conheceram participantes do Programa Criança Feliz
publicado  em 02/04/2019 21h16
Foto: Mauro Vieira

Campina Grande - Criado especialmente para atender vítimas do Zika Vírus, o Centro-Dia de Campina Grande (PB) acompanha, atualmente, 38 famílias. A unidade pública é especializada no atendimento a pessoas com alguma deficiência, como microcefalia e hidrocefalia. Em sua primeira viagem oficial, nesta terça-feira (2), a primeira-dama Michelle Bolsonaro visitou a unidade com o ministro da Cidadania, Osmar Terra. Eles também foram ao Centro de Reabilitação do município e estiveram com famílias atendidas pelo Programa Criança Feliz.

Em conversa com as mães do Centro-Dia, Michelle Bolsonaro reforçou a necessidade de inclusão de pessoas com deficiência. “O meu amor começou pela comunidade surda, em 2015. Mas, automaticamente, isso foi englobando as pessoas com deficiência e doenças raras. Hoje, estou aqui para fazer a diferença. A causa de vocês me toca e consigo me colocar no seu lugar. Estamos aqui para começar a construir uma sociedade inclusiva e que tem um olhar especial para vocês”, pontuou.

O Centro-Dia tem como objetivo garantir aos atendidos cidadania plena por meio da integração entre educação, saúde e assistência social. Para o ministro Osmar Terra, que participou da implementação da unidade, o bom resultado é reflexo de um atendimento diferenciado. “Pensou-se nos Centros-Dia justamente para o atendimento nos lugares onde houve maior incidência da epidemia do zika vírus, para que essas mães deixem as crianças durante o dia para poder trabalhar. Esse trabalho é integrado. A criança fica no Centro-Dia, é acolhida e realiza atividades. Depois, vai para o Centro de Reabilitação fazer a reabilitação física.”

Primôgenito de Jucilúcia Barros de Lima, de 37 anos, Caio é autista. A condição do menino de oitos anos preocupava a mãe, que planejou a vinda do segundo filho para ajudar nos cuidados com o irmão mais velho. Mas depois de sete meses do nascimento de Cauã, hoje com três anos, veio o diagnóstico de microcefalia, mudando todos os planos da dona de casa. Há pouco mais de um ano, a rotina dos três gira em torno do Centro-Dia. É na unidade que ela consegue encontrar conforto nos dias difíceis. “Meus filhos precisam de lazer e, pelas nossas condições, isso é difícil. Aqui eles brincam. Antes do Centro-Dia, a vida se resumia somente ao tratamento e à lida de casa, mas não pode ser só isso”, desabafou.

Primeira-dama e ministro da Cidadania visitam famílias em Campina Grande (2/4/2019)

Criança Feliz – O ministro Osmar Terra e a primeira-dama Michelle Bolsonaro visitaram também as instalações do Centro de Reabilitação de Campina Grande e conheceram famílias atendidas pelo Programa Criança Feliz no município. Uma delas foi a de Sara Cândido, de 37 anos. Grávida de sete meses de Samuel e mãe de Daniel, de dois anos, ela recebeu a visita com entusiasmo e detalhou o impacto provocado pela iniciativa do governo federal na relação com os filhos. "Eu tenho aprendido sobre o desenvolvimento do meu filho. Por conta do programa, a gente aprende a interagir com a criança, ganha mais intimidade e brinca mais. Tirar um tempinho pra brincar com seu filho em casa é recompensador”, contou, sorridente.

Quem acompanha a rotina da família é a visitadora Ana Karina Araújo, de 22 anos. Há três meses, ela vai uma vez por semana até a casa de Sara, localizada em uma região periférica de Campina Grande. A profissional leva informações sobre desenvolvimento infantil e orienta como deve ser a relação da mãe com o filho pequeno, além de reforçar a necessidade de realizar o pré-natal regularmente. “Eu trabalho o vínculo da família. Se o pai e o irmão estão em casa no dia da visita, eles também participam das atividades. Trago brincadeiras educativas para o Daniel desenvolver as capacidades cognitivas, socioafetivas e de raciocínio”, explicou.

O Criança Feliz é um dos maiores programas do mundo no atendimento à primeira infância. Resultado de uma política pública efetiva e que deve ser ampliada, conforme apontou o ministro Osmar Terra. “Estamos chegando a 600 mil crianças acompanhadas em casa, toda semana. Estamos falando de 2,4 milhões de visitas domiciliares por mês para acompanhar as crianças nos primeiros mil dias de vida. É um esforço que o governo está fazendo, não só bancou, como ampliou os recursos para o Criança Feliz. Nós queremos chegar a um milhão de famílias visitadas toda semana até o fim do ano”, frisou.

Comitiva – Também acompanharam as visitas o secretário Especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania, Lelo Coimbra, a secretária Nacional de Assistência Social do Ministério da Cidadania, Mariana Neris, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, as secretárias municipais de Saúde e Educação, Luzia Pinto e Iolanda Barbosa, respectivamente, e a secretária de Assistência Social, Eva Gouveia.

*Por Renata Garcia

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505 / 9.9229-6773
www.mds.gov.br/area-de-imprensa