Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Abril > Ministro da Cidadania lança pacto por Brumadinho (MG)

Notícias

Ministro da Cidadania lança pacto por Brumadinho (MG)

INVESTIMENTOS

Grupo de trabalho reúne poder público e iniciativa privada para investimentos no município
publicado  em 12/04/2019 16h08
Foto: Mauro Vieira

Brumadinho (MG) - Um pacote de ações para reconstruir e atrair investimentos ao município mineiro de Brumadinho foi anunciado pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra, nesta sexta-feira (12). O grupo de trabalho é um pacto entre os governos federal, estadual e municipal, além de empresas e organizações da sociedade civil. O objetivo é aliviar os impactos econômicos causados pelo rompimento da barragem com rejeitos de mineração, ocorrido em 25 de janeiro, por meio de ações sociais, de saúde e educação.

Durante o encontro, no auditório da Faculdade Asa, em Brumadinho, o ministro deu mais detalhes. “Criamos uma força-tarefa para reativar a economia da cidade, trazer todas as ações possíveis do governo federal para tornar o município um exemplo de recuperação”. Terra também destacou a participação da iniciativa privada, com a realização de atividades sociais, culturais e econômicas. “Contamos com essa atuação conjunta para melhorar a qualidade de vida da população”, enfatizou.

Entre as parcerias, está a da Fundação Pitágoras - que presta serviços a instituições educacionais públicas e particulares. A presidente, Helena Neiva, disse que o objetivo é levar excelência com tecnologia de gestão, capacitação de profissionais e material didático para as 26 escolas públicas do município. “Vamos entrar com toda a energia, competência e experiência para transformar a educação em Brumadinho”.

Auxílio - Com o rompimento da barragem, além das perdas humanas, os impactos sociais e econômicos na região se agravaram. Para o prefeito da cidade, Avimar Barcelos, o momento é de atrair projetos para investir em geração de emprego. “Precisamos reconstruir o município e a chegada do governo federal e dos empresários significa a chance de termos alternativas de renda sem depender tanto da mineração”.

A Ambev financiará a contratação de uma consultoria que fará um diagnóstico e planos de gestão e ação. “Nós temos um compromisso com o país, e Minas Gerais vem recebendo investimentos recordes da companhia nos últimos anos. Por isso, não poderíamos ficar de fora desse esforço humanitário de reconstrução”, explicou o diretor de Relações Institucionais da empresa, Disraelli Galvão.

Desde o desastre, o Ministério da Cidadania lançou uma série de medidas para diminuir o sofrimento das famílias mais vulneráveis, como a antecipação dos pagamentos do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e do Bolsa Família. “O repasse de recursos para a implementação das políticas públicas significa fortalecer a cidade de Brumadinho e o Estado de Minas Gerais”, concluiu a secretária estadual de Desenvolvimento Social, Elisabeth Jucá.

Em maio, está prevista uma nova reunião para marcar o início das atividades. Além das empresas já citadas, outras organizações envolvidas no trabalho são Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Carrefour, CNT, Fundação Banco do Brasil, Fazenda Alegria, Itaú Cultural, Kroton, Nestlé e Somos. 

A comitiva do Ministério da Cidadania que foi a Brumadinho acompanhar o lançamento do pacote de ações inclui o secretário Especial do Desenvolvimento Social, Lelo Coimbra; a secretária-executiva, Tatiana Alvarenga; o secretário Especial da Cultura, Henrique Pires; o secretário de Articulação e Parcerias, Eduardo Queiroz; o secretário Nacional de Inclusão Social e Produtiva Rural, José Roberto Carlos Cavalcante, e a diretora substituta do Departamento de Proteção Social Especial da Secretaria Nacional de Assistência Social, Maria Yvelonia.

Ações em Brumadinho (12/4/2019)

*Por Diego Queijo

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa