Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Abril > Ministério da Cidadania e empresas de tecnologia debatem ações para formação de jovens

Notícias

Ministério da Cidadania e empresas de tecnologia debatem ações para formação de jovens

DESENVOLVIMENTO HUMANO

Objetivo é preparar profissionais qualificados para o novo mundo do trabalho
publicado  em 15/04/2019 16h28
Foto: Rafael Zart

São Paulo (SP) - O ministro Osmar Terra foi recebido  por empresários do setor de tecnologia, nesta segunda-feira (15), em São Paulo (SP). Reunidos na sede da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), o grupo falou sobre metas e preocupações, principalmente relacionadas à falta de profissionais qualificados para os desafios gerados pelos avanços tecnológicos. 

Atualmente, segundo dados apresentados pela Brasscom, há 100 mil vagas abertas na área de Tecnologia da Informação (TI).  Com a escassez de mão de obra especializada, o Brasil não consegue competir com outros países e fica em posição de atraso em relação à nova realidade do mundo do trabalho. Para Marco Alexandre Santos, presidente do conselho fiscal da associação, a parceria com o ministério é estratégica para despertar nos jovens o interesse pela área. "Nosso objetivo é duplicar o mercado de TI brasileiro, ter 1,5 milhão de profissionais, mas só vamos atingir isso se conseguirmos sensibilizar este público. Eles precisam saber que, entrando no mundo da tecnologia, terão um futuro de trabalho. A parceria com o Ministério da Cidadania é fundamental para alcançarmos isso". 

Aos empresários, Osmar Terra apresentou as ações e programas do ministério para a promoção do desenvolvimento humano, combate à pobreza e geração de emprego e renda. O ministro destacou que parcerias com o Sistema S estão em construção para levar oportunidades de formação profissional aos jovens do Bolsa Família e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Outro ponto abordado foi a criação de linhas de microcrédito em conjunto com ações de estímulo ao empreendedorismo. O objetivo, segundo Terra, é levar aos jovens uma nova visão de oportunidades. "Nós temos no Brasil milhões de Nem-Nem, que são aqueles que nem trabalham, nem estudam. Muitos estão nessa situação por total falta de perspectivas. Nós temos que construir todas as parcerias possíveis para atrair estes jovens e dar as oportunidades necessárias para que eles possam desenvolver todo seu potencial. Esse é o caminho que levará o Brasil ao futuro". 

O Secretário Especial da Cultura, Henrique Medeiros Pires, o secretário de Avaliação e Gestão da Informação, Vinícius Botelho, e o secretário de Articulação de Parcerias do Ministério da Cidadania, Eduardo Queiroz, também participaram do encontro. Uma nova reunião será realizada para detalhar os próximos passos do trabalho. 

Ministério da Cidadania e empresas de tecnologia debatem ações para formação de jovens (15/4/2019)

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa