Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Abril > Ministério da Cidadania apoia criação de vagas em Comunidade Terapêutica de Andradas

Notícias

Ministério da Cidadania apoia criação de vagas em Comunidade Terapêutica de Andradas

SUL DE MINAS

O secretário de Cuidados e Prevenção às Drogas, Quirino Cordeiro Júnior, acompanhou a inauguração do espaço para o tratamento de dependentes químicos
publicado  em 26/04/2019 17h19
Foto: Divulgação

Brasília - A partir de agora, dependentes químicos que buscam tratamento em Andradas (MG) contam com apoio do governo federal. Nesta sexta-feira (16), a Comunidade Terapêutica Caverna de Adulão inaugurou um centro de triagem com 20 vagas para o acolhimento de pessoas em situação de rua e migrantes. O secretário de Cuidados e Prevenção às Drogas do Ministério da Cidadania, Quirino Cordeiro Júnior, acompanhou a cerimônia no município.

O presidente da comunidade terapêutica, Vítor Martinelli, explica que atender esse público era uma demanda antiga da região. As vagas do local foram ampliadas de 81 para 101. “Com a inclusão das comunidades na política de drogas, quem precisa acaba encontrando boas condições para recuperação”, disse.

 O secretário de Cuidados e Prevenção às Drogas ressalta que o Sul de Minas Gerais precisava desse apoio no atendimento de pacientes com dependência química. Segundo ele, as ações da nova Política Nacional sobre Drogas vão ajudar a construir uma sociedade mais saudável por meio da prevenção, do tratamento, do acolhimento e da reinserção social de dependentes em todo o país. “Nós tivemos aumento no uso de drogas. Percebemos, como resultado, a evolução no número de moradores de rua com dependência química, a expansão das cracolândias, o afastamento do trabalho. O cenário é grave. O governo federal, por meio da expansão do número de vagas, busca fazer frente a essa situação.”

Neste sábado (27), o secretário também participa da Assembleia da Federação Nacional de Comunidades Terapêuticas Católicas, em Brasília (DF). “É importante estarmos próximos para passar às entidades as novas normativas do Ministério da Cidadania e do governo federal para o tratamento de dependentes de drogas”, enfatiza.

De graça – Em março, o Ministério da Cidadania ampliou o número de vagas gratuitas para tratar dependentes químicos em Comunidades Terapêuticas de todo o país. A assinatura dos novos contratos com 216 instituições fez com que o custo do governo federal com o tratamento de dependentes químicos passasse de R$ 153,7 milhões, por ano, gerando 10.883 vagas em 496 entidades.

*Por Diego Queijo

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa