Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Abril > Governo federal quer ampliar Programa Criança Feliz no Espírito Santo

Notícias

Governo federal quer ampliar Programa Criança Feliz no Espírito Santo

PRIMEIRA INFÂNCIA

Objetivo é duplicar o número de adesão de municípios até o fim do ano e contemplar mais famílias
publicado  em 16/04/2019 16h24
Foto: Clarice Castro

Vitória – O Ministério da Cidadania está atuando com o governo do Espírito Santo a fim de ampliar o Programa Criança Feliz. Com uma proposta de trabalho que integra saúde, educação e assistência social, a iniciativa vem cumprindo seu papel na promoção do desenvolvimento infantil em 21 municípios capixabas.

Um deles é Santa Teresa, a cerca de 80 quilômetros da capital, Vitória. Supervisora do programa no município, Adriana Souza diz que apesar da ação ter resultados em longo prazo, já é possível observar avanços entre as famílias atendidas. Para ela, o diferencial do Criança Feliz é a aplicação intersetorial. “Trabalhamos com muito comprometimento e responsabilidade. O desafio da intersetorialidade é nacional e o programa vem abarcar essa necessidade de estarmos em rede. Estamos nos relacionando para que a política pública da primeira infância se restabeleça e se torne efetiva.”

Moradora da zona rural de Santa Teresa, a sete quilômetros da área urbana, a família de Tatieli Amorin está entre as 84 acompanhadas pelo programa na região. A autônoma de 26 anos é mãe de Luiz Pedro, de dois anos, que recebe as visitas do Criança Feliz. A irmã dele, Eloá, de seis anos, não se encaixa no perfil do programa, mas também se beneficia com a mudança de comportamento de Tatieli, que antes não tinha o hábito de brincar com os filhos. “A visitadora me ensinou a sentar e brincar com eles, pois antes eu os deixava brincando sozinhos. Comecei a interagir mais com os dois. O Luiz Pedro se desenvolveu bastante, principalmente a fala. Agora ele está muito esperto”, avalia.

Uma vez por semana, a visitadora Katia Duarte sai da zona urbana e leva até Luiz Pedro atividades lúdicas. Ela conta o quanto o menino já progrediu – em menos de um ano, o olhar desconfiado e silencioso e a comunicação por gestos deram espaço à expressão sorridente e à descoberta dos nomes de animais, cores e objetos. “Mudou muito desde que eu vim aqui. A primeira vez que cheguei nessa casa, ele não falava, interagia ou sorria. Depois, foi se soltando com as brincadeiras. Hoje, quando eu chego, ele já me recebe com um sorriso e abraço. É muito gratificante acompanhar esse avanço”, relata.

               Criança Feliz no Espírito Santo                    

Crianças atendidas – 1.854
Gestantes atendidas – 361
Famílias participantes – 1.811
Visitas realizadas – 27.889

*dados de 12/04/2019

Motivação – Exemplos como o do Luiz Pedro comprovam o desempenho positivo do Criança Feliz, aponta o secretário Especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania, Lelo Coimbra. Em Vitória, durante uma capacitação com gestores municipais do Espírito Santo, nessa segunda-feira (15), ele reforçou o apoio do governo federal na expansão do programa. “Fiquei muito animado com a meta de duplicar o programa no Estado e podermos chegar, até o fim do ano, a 41 municípios. O apoio do governador e da primeira-dama e a sensibilidade das prefeituras foram um grande acerto. Com a nossa presença e nosso apoio, a iniciativa será consolidada em locais que tenham alguma dificuldade”, ressalta.

O secretário de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social do Espírito Santo, Bruno Lamas, diz que a pasta continuará investindo na capacitação de gestores do Criança Feliz. A aproximação entre o Ministério da Cidadania e o estado capixaba favorece o desenvolvimento do programa na região. “Nós temos que continuar a capacitar as equipes e promover essa interação entre o Ministério da Cidadania, o Estado e os municípios. A presença do governo federal aqui é extremamente positiva, pois nos fortalece, encoraja e motiva a continuar o nosso trabalho.”

Programa Criança Feliz no Espírito Santo (16/4/2019)


Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa