Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Abril > Governo federal oferece capacitação profissional para famílias de baixa renda

Notícias

Governo federal oferece capacitação profissional para famílias de baixa renda

DIA DO TRABALHO

Plano Progredir disponibiliza cursos de qualificação e acesso a microcrédito
publicado  em 30/04/2019 19h53

Brasília - Garantir a inclusão produtiva e a emancipação das famílias pobres em todo o país é uma das prioridades do Ministério da Cidadania. Por meio do Plano Progredir e de parcerias com empresas e instituições do setor produtivo, o governo federal está empenhado em gerar oportunidades para que a população possa superar a pobreza.

O secretário substituto de Inclusão Social e Produtiva Urbana, Gustavo Saldanha, lembra nesta quarta-feira (1°), Dia Internacional do Trabalhador, que o Plano Progredir já ofertou mais de 1 milhão de qualificações e está com mais de 40 mil vagas em cursos gratuitos de qualificação profissional a distância (EaD) nas áreas da indústria de alimentos, saúde e construção civil. “A importância dessas vagas é para gerar emancipação, autonomia de um público tão vulnerável, tentando facilitar a sua inclusão no sistema produtivo e para que a renda e a cidadania sejam levadas para essas famílias.”

Além de promover a capacitação das pessoas inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, o Plano Progredir também incentiva o empreendedorismo e o acesso a microcrédito para que pessoas de baixa renda possam investir em um negócio próprio. Atualmente, a iniciativa conta com a colaboração de 19 instituições financeiras. Por meio do portal do Plano Progredir, as famílias do Bolsa Família e do Cadastro Único podem se inscrever nos cursos, cadastrar currículos e participar da seleção de vagas de empregos que são disponibilizadas pela rede de parceiros – até o momento, mais de 43 mil usuários já cadastraram suas informações.

Colaboração – Com foco também nos jovens entre 18 e 29 anos do Bolsa Família que não estudam nem trabalham, o Ministério da Cidadania está construindo parcerias com o Sistema S e entidades como a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) para capacitar essa parcela da população e levar oportunidades de formação profissional.

O secretário Saldanha explica que mais oportunidades devem surgir nos próximos meses. “Temos uma ação muito forte de buscar, cada vez mais, a sociedade dessas organizações para que mais serviços sejam ofertados. Nessa linha, já temos aproximadamente 650 instituições parceiras do Progredir e estamos atuando para fecharmos com o Sistema S, que vai gerar muitos cursos para jovens de baixa renda. O ministério está empenhado em atuar para que os jovens voltem a estudar e ter uma atividade que possam beneficiar a sua vida e a vida das suas famílias”, ressalta.

*Por André Luiz Gomes

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa