Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2019 > Abril > Fundação Banco do Brasil prorroga inscrições de prêmio de tecnologia social

Notícias

Fundação Banco do Brasil prorroga inscrições de prêmio de tecnologia social

ATÉ 12 DE MAIO

Pela primeira vez, iniciativa reconhecerá projetos dedicados ao desenvolvimento infantil
publicado  em 18/04/2019 19h47

Brasília – Continuam abertas as inscrições para o Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social. O prazo foi prorrogado até 12 de maio. A premiação tem como objetivo identificar, certificar e multiplicar tecnologias que contribuam para a solução de problemas sociais, aplicadas em esfera local, regional ou nacional. Pela primeira vez, projetos dedicados ao desenvolvimento infantil serão reconhecidos.

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, destaca que, ao selecionar iniciativas que promovam o desenvolvimento na primeira infância, o fortalecimento de vínculos familiares e o exercício da parentalidade, a Fundação Banco do Brasil (FBB) contribui para a construção de uma sociedade mais saudável. “Os primeiros anos de vida moldam o ser humano para sempre, pois definem todas as competências humanas. Quanto mais a gente conhece sobre esse assunto, mais entendemos a importância desse prêmio. Certamente, vão aparecer trabalhos interessantíssimos, que vão nos ajudar no nosso trabalho”, afirma.

O compromisso do Ministério da Cidadania com a primeira infância está baseado em pesquisas científicas. Estudos mostram que crianças que receberam o apoio nos primeiros anos de vida tendem a ter um melhor desempenho escolar e, no futuro, menos chances de envolvimento com drogas e criminalidade. As informações serviram de inspiração para o Programa Criança Feliz, o maior no mundo a desenvolver políticas públicas dedicadas à primeira infância.

De acordo com o presidente da FBB, Aclepius Soares, o Pepe, essa edição do prêmio é especial. “Essa premiação mexe com a gente, porque estamos olhando para o futuro. Se queremos um grande futuro para o país, precisamos cuidar das crianças”, ressalta. Podem concorrer instituições de ensino e de pesquisa, fundações, cooperativas, organizações da sociedade civil e órgãos governamentais de direito público ou privado, legalmente constituídas no Brasil ou nos demais países da América Latina ou do Caribe.

Tecnologias Sociais – Realizado a cada dois anos, desde 2001, o Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social considera produtos, métodos, processos ou técnicas criados para solucionar algum tipo de problema social. Essas tecnologias devem seguir critérios como simplicidade, baixo custo e fácil aplicação e reprodução. Além disso, devem ter seu impacto social comprovado. São questões que ajudam na solução de problemas relacionados a temas como alimentação, educação, energia, habitação, meio ambiente, recursos hídricos, renda e saúde. 

Premiação - As iniciativas selecionadas vão concorrer a R$ 700 mil em prêmios divididos entre as categorias nacionais: Cidades Sustentáveis e/ou Inovação Digital; Educação; Geração de Renda e Meio Ambiente. Há também as premiações especiais: Mulheres na Agroecologia, Gestão Comunitária e Algodão Agroecológico e Primeira Infância. A edição deste ano também irá reconhecer três iniciativas do exterior, na categoria Internacional, destinada a iniciativas da América Latina e do Caribe, onde serão identificadas tecnologias sociais que possam ser reaplicadas no Brasil e que constituam soluções para questões relativas a Cidades Sustentáveis e/ou Inovação Digital; Educação, Geração de Renda e Meio Ambiente.

Como participar – Mais informações sobre regulamento e inscrição no site www.fbb.org.br/premio. Os resultados de cada etapa do prêmio serão divulgados no portal da Fundação Banco do Brasil.

*Por Renata Garcia.

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/Ministério da Cidadania
(61) 2030-1505 / 9.9229-6773
www.mds.gov.br/area-de-imprensa