Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2018 > Março > Revisão de benefícios do INSS é tema do Papo Social

Notícias

Revisão de benefícios do INSS é tema do Papo Social

PENTE-FINO

Na primeira edição de 2018 do programa, o secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, fez um balanço do pente-fino do Instituto Nacional do Seguro Social
publicado  em 01/03/2018 17h38
Foto: Clarice Castro/MDS

Brasília – No primeiro Papo Social de 2018, o secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Alberto Beltrame, fez um balanço do processo de revisão nos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Criado para tirar dúvidas sobre as políticas e ações da pasta, o programa é transmitido ao vivo na página do MDS no Facebook.

O chamado pente-fino do INSS começou em agosto de 2016. Na ocasião, segundo Beltrame, 1,7 milhão de pessoas recebiam benefícios de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez sem revisão. Com o aumento no número de perícias e outras medidas de gestão, foram identificados milhares de beneficiários que recebiam o auxílio de forma indevida.

Até o momento, a economia gerada com as ações chegou a R$ 5,8 bilhões. O secretário explicou ainda que as medidas fazem parte de um processo de melhoria da gestão dos recursos públicos. Assim, o dinheiro fica no Fundo de Previdência Social, e é usado para pagar benefícios a quem realmente necessita.

“Nós, do MDS, tivemos o cuidado de melhorar a governança e a gestão de forma firme, correta e eticamente responsável para garantir o benefício à população”, destacou.

De acordo com Beltrame, o processo de revisão entra agora em uma nova fase, com o aumento no número de perícias. “A enorme adesão dos peritos aumentou nossa capacidade, que era de 20 mil perícias por mês e, agora, passará a ser de 230 mil ao mês em 2018. Com isso, acreditamos que a economia total chegue a R$ 15,7 bilhões, o que é muito importante para a saúde da Previdência Social e a manutenção dos benefícios para que realmente precisa”.

 Leia também:
Pente-fino do INSS inicia nova etapa e convoca 522 mil beneficiários

Todos os beneficiários que necessitam passar por perícia serão notificados por meio de carta registrada. “Não é preciso correr neste momento para agendar. Mas após a chegada da carta, já será possível marcar o dia e a hora do atendimento”, reforçou.

 

Saiba mais
O Papo Social é uma produção da Assessoria de Comunicação do MDS. No programa, os convidados respondem questões específicas sobre temas relacionados ao ministério. Para sugerir os assuntos a serem abordados, deixe uma mensagem na página do MDS no Facebook.

*Por Diego Queijo

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa