Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2018 > Março > Especialista canadense vai participar do monitoramento do Criança Feliz

Notícias

Especialista canadense vai participar do monitoramento do Criança Feliz

DESENVOLVIMENTO INFANTIL

Richard Tremblay trabalhará com o médico Cesar Victora e a equipe do Ministério do Desenvolvimento Social, responsável por avaliar e monitorar o programa até 2020
publicado  em 06/03/2018 18h18
Foto: Rafael Zart

Brasília – O especialista em desenvolvimento infantil e professor da Universidade de Montreal, no Canadá, Richard Tremblay vai participar da avaliação e do monitoramento do Programa Criança Feliz. O anúncio foi feito, nesta terça-feira (6), durante uma videoconferência com o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra.

 Ao lado do médico epidemiologista e cientista brasileiro Cesar Victora, Tremblay auxiliará a equipe do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), responsável por avaliar e monitorar o programa até 2020.

 “É muito bom ouvir que os estudos estão em boas mãos. Se eu puder ajudar nesse planejamento, ficarei bem feliz”, destacou Tremblay ao falar sobre a importância dos estudos em um programa de grande abrangência como o Criança Feliz.

 Segundo o ministro Osmar Terra, será importante para o programa ter dois pesquisadores renomados na área da primeira infância trabalhando juntos. “O trabalho do Richard sobre a primeira infância vai nos ajudar a aperfeiçoar o Criança Feliz”.

Pesquisas – Richard Tremblay é professor de pediatria, psiquiatria e psicologia da Universidade de Montreal. Em seus estudos, analisou 35 mil crianças canadenses – desde os cinco meses até os 20 anos de idade, em busca das raízes da agressão física. A pesquisa concluiu que o pico de violência é aos dois anos. Alguns dos resultados é possível ver no filme As Origens da Agressão, disponibilizado no YouTube. 

Saiba mais

Coordenado pelo MDS, o Criança Feliz acompanha, semanalmente, crianças beneficiárias do Programa Bolsa Família, com idades entre 0 e 3 anos, e aquelas de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), além daquelas que estão afastadas do convívio familiar por medidas protetivas.

 Nos encontros, visitadores capacitados orientam as famílias sobre como estimular a criança nos primeiros mil dias de vida. O programa já atente 231.044 crianças e gestantes em 1.907 municípios.

 *Por Pamela Santos

 

Informações sobre os programas do MDS:

0800 707 2003

 Informações para a imprensa:

Ascom/MDS

(61) 2030-1505

www.mds.gov.br/area-de-imprensa