Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2018 > Março > Compra institucional incentiva crescimento de cooperativa da agricultura familiar em Goiás

Notícias

Compra institucional incentiva crescimento de cooperativa da agricultura familiar em Goiás

PAA

Cooperativa de Agricultores Familiares de Anápolis planeja dobrar o faturamento com o apoio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)
publicado  em 15/03/2018 15h27
Foto: Rafael Zart/MDS

Brasília – Alisson de Freitas, de 29 anos, aproveita todos os espaços da pequena propriedade de sete mil metros quadrados, em Anápolis (GO), para plantar vários tipos de folhagens. Grande parte do que ganha, ele reinveste no plantio.

O agricultor aumentou a produção em 30%, gerou emprego e deseja crescer ainda mais graças à comercialização dos produtos para o Grupamento de Apoio de Anápolis, da Força Aérea Brasileira, localizado no município goiano. A venda foi feita por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

“É uma oportunidade pra gente crescer e aumentar a produção. Antigamente, colhia pouca coisa e agora, graças a Deus, estamos colhendo muito. Se depender de mim, quero entregar mais porque é uma coisa já garantida. Algo que você pode contar no final do mês”, explica.

Dobrar o faturamento com o apoio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é o que planeja a Cooperativa de Agricultores familiares de Anápolis (Cooperanápolis), da qual o Alisson e outras 50 famílias participam.

Anteriormente, o grupo vendia somente para as escolas do município. Agora, a previsão do contrato com o Grupamento de Apoio de Anápolis é de chegar a mais de R$ 800 mil em produtos. No total, até o fim de 2018, a unidade militar vai comprar cerca de R$ 2,4 milhões dos pequenos produtores da região.

É a primeira vez que a cooperativa participa de uma chamada pública da modalidade Compra Institucional. Segundo o presidente da Cooperanápolis, Cleiton Pereira, a expectativa é alta.

“É um mercado excelente porque a entrega é bem viável e próxima da cooperativa. Não tem que ficar entregando em vários locais. Eles pedem produtos que já produzimos aqui há muito tempo, o que ajuda bastante os produtores”, afirmou.

Benefícios – Para o chefe da seção de subsistência do Subsistência do Grupamento de Apoio de Anápolis, tenente Mateus Grossi, o programa é uma oportunidade de promover o crescimento econômico da região ao mesmo tempo em que oferece comida de qualidade para os militares que trabalham na unidade.

“Quando passamos do pregão para essa compra da agricultura familiar, percebemos que a qualidade dos alimentos é bem melhor, tanto das frutas, quanto dos legumes. São mais frescas, o transporte é mais adequado e o produto chega aqui muito bom”, elogiou.

A coordenadora-geral de Aquisição e Distribuição de Alimentos do MDS, Hetel Santos, ressalta que o governo federal está empenhado em fortalecer a agricultura familiar.

“A modalidade gera uma oportunidade para a agricultura familiar, movimenta a economia e permite este acesso da agricultura familiar às unidades das Forças Armadas. Esse é o nosso papel, de que consolidar este mercado no território, gerando desenvolvimento local e fortalecendo a economia”, ressaltou.

Homenagem – Além do Grupamento de Apoio da Aeronáutica de Anápolis, o Centro de Obtenção da Marinha, no Rio de Janeiro, e o 3º Batalhão de Suprimentos, do Exército Brasileiro, serão homenageados, no dia 22 deste mês, pelo governo federal durante o Simpósio Nacional Compras de Alimentos da Agricultura Familiar, em Brasília.

O encontro, promovido pelo MDS e Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, tem por objetivo fortalecer as aquisições de alimentos da agricultura familiar por parte dos órgãos da União.

Leia também:
Cooperativas se fortalecem e expandem negócios com compras institucionais

Saiba mais
Na Compra Institucional do PAA, cada agricultor familiar poderá vender até o limite de R$ 20 mil, por ano, para cada órgão comprador. Já as cooperativas ou associações, o limite é de R$ 6 milhões por ano, por órgão comprador.
A legislação determina que pelo menos 30% dos alimentos adquiridos para abastecer órgãos federais venham da agricultura familiar. Para saber mais sobre as chamadas públicas abertas em todo o país, é só acessar o portal www.comprasagriculturafamiliar.gov.br

*Por André Luiz Gomes

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa