Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2018 > Março > Compra institucional facilita aquisição de alimentos da agricultura familiar

Notícias

Compra institucional facilita aquisição de alimentos da agricultura familiar

SIMPÓSIO NACIONAL

A qualidade dos produtos, a agilidade na entrega e o processo de compra bem menos burocrático conquistaram gestores da União
publicado  em 22/03/2018 17h22
Foto: Rafael Zart/MDS

Brasília – Cada vez mais os órgãos federais estão investindo na Compra Institucional, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). A qualidade dos produtos, a agilidade na entrega e o processo de compra bem menos burocrático conquistaram os gestores de universidades, quartéis, institutos de educação, entre outras unidades da administração federal. Em 2017, foram mais de R$ 150 milhões investidos na agricultura familiar, e o governo federal estima que esse número chegue a R$ 300 milhões em 2018.

Esses gestores estão reunidos nesta quinta-feira (22), em Brasília (DF), no Simpósio Nacional de Compras de Alimentos da Agricultura Familiar. O encontro aproxima os órgãos compradores das cooperativas da agricultura familiar, que estão preparadas para fornecer seus produtos. O objetivo é consolidar a aquisição de alimentos da agricultura familiar por parte dos órgãos da União.

De acordo com o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Caio Rocha, com a nova oportunidade de mercado, os produtores estão se organizando mais. “Nós estamos vendo com o PAA a organização do setor cooperativo e da agricultura familiar. Essa estabilidade está não apenas na produção dos alimentos, mas também na regularidade da entrega”, afirmou o secretário.

Durante o simpósio, o painel Conscientização dos órgãos públicos para adquirirem dos pequenos agricultores mostrou os benefícios de comprar do pequeno produtor. Um dos casos de sucesso é a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que, há três anos, participa da Compra Institucional. Em 2017, a universidade alcançou 50% das compras de alimentos vindas direto dos pequenos produtores.

Para a diretora da Divisão de Alimentação da Universidade, Ludymila Barroso, só há vantagens neste modelo de compra: a burocracia é menor, o que facilita a comercialização para os agricultores familiares, e os alimentos entregues têm qualidade superior. “O produto que compramos é de maior qualidade, onde a gente conhece a origem e tem proximidade com o produtor. Outra vantagem é de propiciar maior desenvolvimento social e econômico para esses agricultores”, avaliou Ludymila.

Para quem está iniciando as compras, o evento foi uma grande oportunidade de conhecer as cooperativas e ver as experiências, como é o caso do Instituto Federal Goiano, campus de Hidrolândia. O diretor substituto da instituição, João Gabriel Moreira, afirmou que a primeira chamada pública deve sair em abril, mesmo assim já é possível notar as vantagens da compra por meio do PAA.

“Estamos passando por algumas dificuldades por ser a primeira vez que fazemos uma chamada pública. Por exemplo, tem alguns produtos que não são produzidos durante todo ano e por isso vamos fazer mais três chamadas públicas durante o período para poder suprir essas necessidades”, explicou Moreira

Evento – O Simpósio Nacional de Compras de Alimentos da Agricultura Familiar é promovido pelo MDS e o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão com o objetivo de consolidar a aquisição de alimentos da agricultura familiar por parte dos órgãos da União.

Leia também:
Especialista em gastronomia defende o fortalecimento da agricultura familiar
Ministério da Defesa é um dos pioneiros nas compras institucionais da agricultura familiar
Governo de Alagoas adquire mais de R$ 20 milhões em alimentos para atender famílias em vulnerabilidade social
Metade dos alimentos adquiridos pela UFRGS vem da agricultura familiar
Compra institucional incentiva crescimento de cooperativa da agricultura familiar em Goiás
Cooperativas da agricultura familiar são capacitadas para conquistar mais espaço nas compras governamentais
Cooperativas se fortalecem e expandem negócios com compras institucionais

Saiba mais:
Na Compra Institucional do PAA, cada agricultor familiar poderá vender até o limite de R$ 20 mil, por ano, para cada órgão comprador. Já as cooperativas ou associações, o limite é de R$ 6 milhões por ano, por órgão comprador.

A legislação determina que pelo menos 30% dos alimentos adquiridos para abastecer órgãos federais venham da agricultura familiar. Para saber mais sobre as chamadas públicas abertas em todo o país, é só acessar o portal www.comprasagriculturafamiliar.gov.br.

Simpósio Nacional de Compras de Alimentos da Agricultura Familiar (21 e 22/03/2018)

*Por Pamela Santos

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

 Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa