Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notícias > 2018 > Março > Ações do MDS são destaque em reunião do Programa Forças do Esporte

Notícias

Ações do MDS são destaque em reunião do Programa Forças do Esporte

SEGURANÇA ALIMENTAR

Com o apoio do órgão, mais de 23 mil crianças recebem alimentação saudável diretamente da agricultura familiar
publicado  em 19/03/2018 19h02
Foto: Divulgação/Ministério da Defesa

Brasília – Mais de 23 mil crianças foram atendidas em todo Brasil pelo Programa Forças no Esporte (Profesp) e R$ 33 milhões estão sendo investidos na iniciativa pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) desde o ano passado. Os recursos levam alimentação saudável para as crianças e ainda apoiam o fortalecimento da agricultura familiar.

Os dados foram apresentados nesta sexta-feira (19), em Brasília (DF), durante reunião do Ministério da Defesa, que contou com a participação de cerca de 200 comandantes gestores do programa, além de representantes das Forças Armadas e de diversos órgãos do governo federal.

O investimento está garantindo um futuro melhor para os jovens, fora do caminho da violência e dos riscos das ruas. Diariamente, são oferecidas aos alunos duas refeições com alimentos produzidos pelos pequenos agricultores que estão próximos às unidades militares. De acordo com o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do ministério, Caio Rocha, a compra institucional por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é a alavanca para o crescimento da agricultura familiar.

“Estamos reforçando a agricultura familiar, ou seja, comprando dos agricultores que são mais pobres. Por outro lado, fazendo com que os produtos de qualidade da agricultura familiar cheguem aos jovens que estão em situação de vulnerabilidade”, afirmou Rocha.

Com a alimentação garantida, os alunos têm mais força para participar das atividades esportivas no turno contrário à escola, como tênis, corrida, lutas e atletismo. Adrielly Souza, 10 anos de idade, é uma das crianças atendidas pelo Forças no Esporte. Há três anos ela participa do programa em um dos núcleos de Brasília e tem certeza que seu futuro será melhor.  “Quero ser uma futura delegada. Eu vejo, no Profesp, as pessoas trabalhando vestidas de militar, de polícia e acho muito interessante”, conta Adrielly.

Inclusão produtiva – Outro programa que chamou a atenção na reunião foi o Progredir. A iniciativa do governo federal reúne um conjunto de ações para auxiliar as famílias de baixa renda e promover a independência das famílias mais vulneráveis.

Segundo o diretor do departamento de Desporto Militar do Ministério da Defesa, almirante Paulo Martino Zuccaro, o Progredir pode fazer parte do planejamento do Forças no Esporte em 2018. A iniciativa de inclusão produtiva pode dar continuidade a qualificação dos jovens que passam pelas atividades esportivas.

“Temos com o ministério do Desenvolvimento Social outras perspectivas para serem exploradas. Quem sabe agora a gente consiga fazer uma integração entre o programa Forças no Esporte e o Progredir. Vemos uma complementariedade muito grande entre os dois programas”, destacou o Zuccaro.

Saiba mais
Forças no Esporte - O Programa Forças no Esporte é promovido pelo Ministério da Defesa, com o apoio das Forças Armadas, e em parceria com os ministérios do Desenvolvimento Social (MDS) e do Esporte. O programa está em 175 unidades militares de todo o Brasil e é uma iniciativa focada no desenvolvimento integral de crianças e jovens – entre 6 e 18 anos – em situação de vulnerabilidade social e regularmente matriculados na rede de ensino.

Progredir - Coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social, o Progredir é um plano de ações do governo federal para auxiliar as famílias de baixa renda no acesso ao empreendedorismo, à qualificação profissional e ao mercado de trabalho. A estratégia conta com assistência técnica para microempreendedores ou pessoas com potencial para empreender em todo o país, além de ações de inclusão digital, educação financeira e vagas em cursos profissionalizantes. Mais de 1 bilhão e 940 milhões de reais em microcrédito já foram pagos, 68 mil empregos formais gerados e 84 mil pessoas qualificadas. 

*Por Pamela Santos

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa